Apresentador e comentarista de programa esportivo batem boca ao vivo

renato_discussao
O apresentador do programa “Última Palavra”, da Fox Sports, Renato Maurício Prado acabou batendo boca com o comentarista Fábio Sormani, no último domingo.

Renato, que é torcedor do Flamengo, não concordava com a afirmação de Fábio Sormani de que os torcedores do time carioca aprovavam o presidente Eduardo Bandeira de Melo e o clima esquentou. Renato disse que Sormani não tinha o direito de dizer isso da torcida “morando em São Paulo e vendo apenas pelo Facebook”.

Veja o vídeo.

E para quem não lembra, esta não foi a primeira vez que Renato Maurício Prado protagonizou uma discussão. Há alguns anos, ele e Galvão Bueno se estranharam quando ainda trabalhava no Sportv. Depois deste episódio, ele foi demitido.

CONTINUE LENDO

Sem grana para comprar um caminhão, catarinense constrói seu próprio ‘mini truck’ na garagem de casa

minitruck_19
Quem tem um sonho deve correr atrás dele – este é o lema de Carlos Alexandre Baumgart. Sem ter condições de comprar um caminhão, ele resolveu fazer o seu próprio… na garagem de casa.

Carlos Alexandre, que mora em Lontras, Santa Catarina, usou seu tempo livre, enquanto desempregado, para fazer uma réplica de um Constellation com cabine feita de madeira, motor de moto, TV, som e outros mimos. Foram mais de 2 anos de trabalho e R$ 10 mil. Confira algumas fotos e um vídeo com a criação do rapaz.

CONTINUE LENDO

Algumas das obras mais polêmicas e perturbadoras criadas ao longo do tempo

Alguns realmente tinham o intuito de chocar, outros queriam “apenas” impor suas ideias da única maneira como poderiam. Seja como for, estas são as obras de arte mais polêmicas e perturbadoras criadas ao longo da história.

controversa_01

Quando esta pintura foi criada para a Capela Sistina, algumas pessoas (entre eles, o mestre de cerimônias do Papa, Biagio de Cesena) rejeitaram a ideia de tantas figuras nuas em uma igreja. Para retaliar, Michelangelo colocou Cesena no inferno, com uma cobra mordendo sua genitália. Até o próprio Papa achou engraçado. Moral da história: não antagonizar alguém que pode imortalizar você.

CONTINUE LENDO