Viciados em jogos online continuam jogando mesmo após enchente; assista

As Filipinas sofreram tanto com a passagem de um tufão, que parte das casas ficaram literalmente alagadas. Mas veio de uma lan house (algo que está cada vez mais raro aqui no Brasil) a imagem mais curiosa que circulou o mundo. A casa de eventos na cidade de Calinta, em Rizal, não fechou mesmo estando completamente alagada. Sim, a água não incomodou nem um pouco os clientes e mesmo com o risco de serem eletrocutados, eles continuaram jogando como se nada tivesse acontecido.

O dono da casa de jogos explicou o episódio. “A gente não sabia que a água da enchente subiria naquele dia, então quando vi os jogadores, imediatamente disse que precisavam transferir os equipamentos para um local mais alto. Depois, eles pararam de jogar e foram embora”.

CONTINUE LENDO

Mulher bate o carro em posto de combustível e causa grande incêndio

A motorista de uma SUV causou um acidente impressionante em Al Aflaj, na Arábia Saudita, após bater em uma bomba de combustível, de acordo com um vídeo que circula na internet. A mulher parou seu carro para ser abastecido e, por algum motivo, acabou avançando sob a bomba de combustível provocando um incêndio. A mulher e o passageiro conseguiram fugir do veículo enquanto um funcionário do posto tentava controlar o incêndio.

CONTINUE LENDO

Youtuber grava tentativas de furto de celular com câmera escondida; assista

Um youtuber foi até o centro de Nairobi, no Quênia, para atiçar um pouco os bandidos de lá. Para isso, usou uma daquelas réplicas-modelo de smartphone, segurando-a do lado de fora da janela do carro. Uma outra câmera filmava a ação ao seu redor e registrou todas as tentativas de furto. Curiosamente, além dos larápios, ele também encontrou algumas pessoas que o advertiram sobre o risco que estava correndo.

CONTINUE LENDO

Cliente invade velório para cobrar viúva e inicia confusão; veja o vídeo

porrada-funeraria

Uma cena mais que surreal movimentou o interior de uma funerária em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Uma mulher invadiu o velório do marido de uma confeiteira para exigir que a mesma devolvesse o valor correspondente à uma encomenda que não seria entregue.

De acordo com Dayane Cristina Bernardino, a confeiteira, a encomenda seria entregue naquele dia, mas seu marido veio a óbito no hospital, o que não permitiria que o acordo fosse cumprido. Segundo ela, dos dez clientes agendados para aquele diz, apenas a protagonista do triste episódio não aceitou a justificativa.

Segundo relato de parentes, a cliente descobriu onde Dayane estava e invadiu o velório filmando e exigindo que ela devolvesse o valor pago, mais uma diferença de R$ 80, referente a uma nova encomenda feita com outra confeiteira. Os ânimos se exaltaram e uma prima de Dayane partiu para a briga, conforme mostram as imagens a seguir.

“Minha ajudante estava comigo, iria visitar meu esposo e depois finalizaria os doces dela, mas no meio do trabalho o hospital me ligou solicitando minha presença. Fui desolada. Quando cheguei, o médico disse que meu esposo piorou de uma hora para outra, teve uma parada cardíaca e não conseguiram ressuscitar. Entrei em contato com essa cliente de lá do hospital dizendo que não teria condições de fazer os doces… Ela foi de uma desumanidade sem igual. Eu perdi meu companheiro, pai dos meus três filhos, não foram doces”, conta Dayane ao Top Midia.

“Ela disse que eu era irresponsável, que eu havia estragado a festa dela, que iria me processar e várias outras a barbaridade. Me propus a todo momento devolver o dinheiro e ela dizia que queria os doces. Ela tinha dado uma entrada de R$ 200 e queria R$ 280, pois seria quanto ela gastaria num novo pacote”, finalizou.

Dayane fez boletim de ocorrência por impedimento ou perturbação de cerimônia funerária.

CONTINUE LENDO