Campanha quer acabar com as revistas íntimas, consideradas vexatórias

revista_intima1
Uma campanha nacional está buscando colocar fim nas revistas nos presídios brasileiros consideradas vexatórias.

Segundo dados da ONG Instituto Terra, Trabalho e Cidadania e do Estado de São Paulo, entre 2010 e 2013, foram realizadas 3,5 milhões de visitas em 156 unidades prisionais em todo Estado. Neste período, nenhuma arma de fogo ou branca foi encontrada, 44 celulares foram apreendidos e 45 visitantes foram flagrados tentando entrar com drogas nas unidades. Ou seja, 0,02% dos casos. Além disso, em 28 unidades prisionais não foi constatado nenhum tipo de irregularidade por parte dos visitantes.

A intenção é acabar com o procedimento nos presídios, considerados ultrajantes. Nele, normalmente as mulheres devem tirar a roupa, entregar à agente, agachar três vezes de frente e de costas, tossir e fazer força. Além disso, algumas relatam que é necessário abrir bem a vagina para terem certeza que não tem nada lá dentro.

No vídeo a seguir, você confere como o procedimento é feito. Possui nudez, portanto, tenha cuidado ao executar o vídeo em ambiente público.

O Estado de Goías foi o primeiro a adotar a revista humanizada. Os visitantes são submetidos apenas a detectores de metais e scanners, para evitar o uso de celulares, armas e drogas.

Pernambuco, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Paraíba também modificaram as regras.

CONTINUE LENDO

Adolescente chinesa sofre acidente de trânsito e resolve esperar socorro estudando no seu tablet

acidente_adolescente_estudando
Parece uma grande brincadeira, mas é verdade.

Uma garota chinesa chamada Wang Dafan aproveitou o tempo em que esperava atendimento médico, após sofrer um acidente de trânsito, para estudar.

“Não pude acreditar quando chegamos lá. Ela estava, obviamente, com muita dor, mas usava um dicionário eletrônico para memorizar palavras em inglês para suas aulas universitárias”, declarou um policial ao Daily Mail.

Wang tem apenas 18 anos e teve sua moto atingida por um carro.

Segundo testemunhas, ela não ficou gravemente ferida, mas logo enfiou a mão em uma sacola, retorou um tablet e resolveu esperar os paramédicos deitada no chão, estudando.

“Ela disse que o acidente havia lembrado que sua vida era muito curta, e educação é muito importante para se preocupar com outras coisas”, concluiu o policial.

CONTINUE LENDO

A impressionante explosão de uma mina na Síria

mina
Uma mina impressionante foi detonada esta semana na Síria. Pelo tamanho da explosão, percebe-se que o estrago seria bem grande.

Para quem não sabe, eles gritam “Allahu Akbar”, que significa “Deus é Grande”. Qualquer atividade que requeira alguma ação é executada ao som desta frase.

Corrigindo
A explosão ocorreu em um hotel de Aleppo usado pelo Exército. A explosão causou grandes danos na região, de acordo com a mídia estatal e um grupo oposicionista de monitoramento do conflito. Os rebeldes detonaram explosivos em um túnel sob o Carlton Hotel.

CONTINUE LENDO

Imagem do dia: O corpo humano sob ataque

malaria

Você tem ideia do que é isto? Esta é a aparência de um protozoário da malária se multiplicando em duas células de sangue. As alterações nas hemácias podem levar ao rompimento dessas células, infectando as demais o ocasionando um dos principais sintomas da malária, a anemia.

A malária é causada por um mosquito. Febre alta, sudorese e calafrios, palidez, cansaço, falta de apetite e dores na cabeça e em outras regiões do corpo são os principais sintomas.

CONTINUE LENDO