Cachaça de maconha é nova mania em cidade do Pernambuco

pituconha_01
E a nova mania entre os frequentadores da região de Cabrobó, a 531 km do Recife, é tomar cachaça de maconha.

Isso mesmo, uma cachaça artesanal fabricada com a raiz da maconha virou pedida certa nos butecos da região.

A “Pitúconha”, como foi batizada, custa R$ 30 a garrafa e, segundo um vendedor local, leva raízes que sobram das operações policiais de erradicação dos pés da maconha e vendidas para os produtores da cachaça. Um saco de 30 quilos é vendido por R$ 100.

Segundo a Folha, no ano passado, a Polícia Federal chegou a investigar a cachaça, mas não conseguiu proibir sua venda por encontrar pequenas concentrações de THC, o princípio ativo da maconha, nas raízes.

pituconha_02

Enquanto isso, a bebida é comercializada até em carrinhos de churrasco. A dose custa R$ 1.

CONTINUE LENDO

Michael Jackson aparece cantando ao vivo em premiação da Billboard este ano

michael_jackson
E não é que Michael Jackson fez uma apresentação ao vivo no último Billboard Music Awards, realizado nesta semana?

Infelizmente, tudo foi fruto de um holograma incrível preparado pela produção do espetáculo. A música escolhida foi “Slave to the Rhythm”, canção do seu segundo álbum póstumo.

A tecnologia assusta às vezes.

Crédito

CONTINUE LENDO

Lutador de MMA entrega luta para não machucar o adversário

mma_luta
Uma cena inusitada marcou uma luta de MMA nos Estados Unidos. Um dos adversários abandonou a disputa por medo de machucar o adversário.

No vídeo, é possível ver Mike Pantangco, de bermuda branca, aplicando vários golpes em Jeremy Rasner. Em seguida, Pantangco resolve desistir da luta dando a vitória ao adversário quase nocauteado.

O combate valia pela categoria peso mosca do Prision City Fight League, um evento amador.

Pantangco deu sua versão para o fato inusitado dizendo que sentiu receio que Rasner fosse machucado.

Eu senti que não havia nenhum motivo de lutar com ele porque ele não treinou contra mim e eu não treinei para ele. Somos apenas lutadores amadores. Nós não ganhamos dinheiro, não recebemos pagamento e eu sei que a única coisa que aconteceria se eu acabasse com a luta era ele ir para o hospital ou se machucar. Eu me sinto muito mal, então dei a ele a vitória.

CONTINUE LENDO

Estádio onde o Brasil jogou no título mundial de 1994 está em ruínas

silverdome_14

Às vésperas da Copa do Mundo no Brasil, algumas imagens chocaram muita gente. Trata-se das fotos que mostram no que se tornou o estádio que o Brasil jogou contra a Suécia, na Copa de 1994.

O Pontiac Silverdome fica em Detroit e foi considerado um dos mais modernos do mundo, com 80 mil lugares e cobertura.

No entanto, nem os 245 milhões de dólares gastos foram capazes de evitar que hoje se tornasse um monte de lixo.

CONTINUE LENDO