Universidade pune estudante por ser ator pornô

Se tudo tivesse saído como planejado, John Gechter estaria prestes a fazer seu exame final – uma das últimas obrigações antes de receber seu diploma de licenciatura em biologia molecular. Entretanto, o jovem de 22 anos acabou sendo punido pela universidade de Grove City (EUA), por conta das suas atividades extra-curriculares.

Segundo o jornal Pittsburgh Post-Gazette, Gechter levava a vida secretamente como ator de filmes pornô para homossexuais. Durante dois anos, para não ser descoberto, ele adotava o nome de “Vincet DeSalvo”, que lhe rendia até US$ 11 mil por semana enquanto filmava mais de uma dúzia de vídeos, usados para custear sua faculdade.

A identidade de Gechter só foi descoberta porque um outro estudante encontrou alguns vídeos seus na internet e se encarregou de divulgá-los por todo o campus. Gechter declarou que rapidamente os e-mails alcançaram dois terços da população estudantil e, inevitavelmente, foram parar nas mãos dos administradores. Não deu outra, Gechter acabou sendo suspenso até 2010.

Se você está neste momento se perguntando o que a vida pessoal do rapaz tem a ver com sua condição estudantil, vou explicar. A Grove City promove-se como uma entidade “autenticamente cristã” e exige que seus alunos tenham conduta compatível com os valores da instituição. Para ter uma ideia, o manual escolar afirma claramente que “sexo antes do casamento, heterossexuais ou homossexuais, ou qualquer outro tipo de atitude que viole a conduta cristã” está sujeita a ações disciplinares.

Gechter não se deixou abalar e admitiu que “a pornografia permitiu terminar a escola“. Segundo ele, “em vez de trabalhar 40 horas por semana como um garçom ou ajudante, você faz uma cena e tem tempo para se concentrar nos estudos”.

O estudante foi acusado de má conduta sexual por envolver-se em “situação contrária à missão e valores da Grove City College e susceptíveis de trazer descrédito à instituição”.

Ironicamente, Gechter é um dos mais corretos clientes da universidade. Com dois irmãos em idade escolar, seus pais não podem fornecer mais apoio financeiro para ele.

CONTINUE LENDO

Você já viu um campeonato mundial de… arroto mais alto?

O que para muitos pode parecer nojento, para Paul Hunn é motivo de orgulho. O inglês é o recordista mundial de arroto barulhento. Paul, que já conseguiu dar um arroto de 110 decibéis, garante que não faz isso em público e dá a receita para quem deseja ser como ele. “Inspiro um pouco de ar, seguro no estômago e, quando sinto que ele quer sair, dou uma força. Embora os médicos afirmem não ser perigoso, penso que não deveria fazer isso com muita frequência, pois pode danificar o músculo do estômago”.

Para fazer uma comparação, veja alguns sons e seus respectivos decibéis:

* próximo ao silêncio total – 0 dB
* um sussurro – 15 dB
* conversa normal – 60 dB
* uma máquina de cortar grama -90 dB
* uma buzina de automóvel – 110 dB
* um show de rock ou um motor a jato – 120 dB
* um tiro ou um rojão – 140 dB

CONTINUE LENDO

Marido compra DVD pornô e descobre que sua esposa era a atriz principal

Ser traído pela sua esposa e seu amigo é algo difícil de engolir, imagine, então, descobrir tudo através de um DVD que você comprou. A insana história se passou com um carpinteiro de Taiwan, apenas identificado como Lee, que comprou um DVD pornográfico e viu sua mulher como protagonista de cenas bem quentes.

Segundo o site Courrier Mail, o vídeo foi gravado em 2002 por câmeras escondidas em um motel da cidade, o que acabou causando a separação do casal.

Na ocasião, a Justiça determinou que os dois resolvessem seus problemas de forma pessoal, mas assim que o fato chegou ao conhecimento público o amigo fugiu. Porém, em agosto de 2008, Lee encontrou o ex-amigo e acabou acertando uma facada na sua coxa.

Curiosamente, o ex-amigo agredido acabou processando Lee por agressão física, mas o marido traído não conseguiu processar o antigo amigo por adultério, pois, segundo a Justiça, já havia se passado cinco anos.

Para finalizar a trágica história do marido traído, sua pena pode chegar a seis meses de prisão, que pode ser convertida em uma multa.

CONTINUE LENDO

Modificador corporal recebe 1.197 piercings em um único dia

Mesmo que você não goste de modificação corporal, creio que deva admitir que seus praticantes são extremamente determinados. Veja o exemplo do americano Jeremy Stroud. O rapaz simplesmente recebeu 1.197 piercings em seu corpo num único dia, na tentativa de entrar para o Guinness.

Jeremy passou cerca de cinco horas num estúdio de modificação e recebeu: 800 agulhas nas costas, 300 no braço direito, 50 nas pernas e cerca de 20 em seu braço esquerdo, segundo relatou o jornal UPI.com.

As agulhas foram retiradas no fim do dia, mas deixaram cicatrizes em todo o corpo. “Elas estavam tão próximas umas das outras que pareciam separadas por uma linha”, admitiu ele.

Stroud disse que dois técnicos em emergência médica ficaram de plantão no local durante a tentativa de recorde, juntamente com uma testemunha e um fotógrafo, para registrar devidamente o acontecimento e entregá-lo ao Guinness. Ele disse que o plano inicial envolvia a aplicação de 2.000 piercings, mas a dor das agulhadas tornou a missão insuportável.

O vídeo abaixo mostra algumas partes da sessão.

CONTINUE LENDO

Artista expõe corpos humanos em vários estágios da vida e causa polêmica

Você acha que vale tudo em nome da arte? Para Gunther von Hagens, vale muito, tanto que aonde quer que ele vá com sua exposição, não dá outra, é polêmica garantida.

A gente logo consegue perceber a causa, quando conhecemos os seus “modelos”: cadáveres humanos tratados com cerca de 200 kg de silicone, que têm seus líquidos e tecidos corporais substituídos por uma substância plástica. Num tratamento totalmente desenvolvido pelo próprio Hagens.

CONTINUE LENDO