Site oficial do BBB comete erro e divulga resultado do primeiro paredão antes da TV

Essa quase ninguém percebeu, mas ontem – poucos minutos antes da divulgação do resultado do primeiro paredão do BBB9 – o site oficial do programa já havia antecipado o resultado da votação. Ao que parece, o texto foi publicado acidentalmente, pois o texto não trazia a porcentagem de eliminação da Michelle. Ao perceberem o erro, os responsáveis retiraram imediatamente o texto do ar.

Curiosamente, o texto acertou. Michelle foi eliminada com 52% dos votos do público.

Coincidência ou gafe?

CONTINUE LENDO

Eu desejo…

Todo ano é a mesma coisa: a gente sempre faz algum pedido, traça metas ou deseja algo e espera que tudo dê certo. Nem sempre a coisa sai como planejado, mas pelo menos é importante focar em algo.

Neste site, você joga uma moeda virtual numa fonte de desejos e o deixa lá, junto com os desejos de outras milhares de pessoas.

Publieditorial


CONTINUE LENDO

Funcionários de hotel para jovens fazem saudação nazista e geram a maior polêmica

Durante uma premiação, 30 funcionários de um resort no Chipre resolveram fazer uma brincadeirinha, no mínimo polêmica. Os jovens, que receberam prêmios por seu profissionalismo e cuidado com jovens turistas, decidiram posar fazendo uma saudação nazista, com um dos braços erguido e colocando o dedo sobre a boca, numa clara alusão ao bigode de Hitler.

Naturalmente a atitude acendeu o sinal de alerta e ganhou destaque em diversos meios de comunicação, conforme descreveu o jornal The Sun.

Em defesa dos colegas, um dos funcionários alegou: “Quando bebemos e comemoramos, contamos piadas sobre Hitler“.

A empresa, dona do resort, declarou que pretende apurar os fatos e disse que a representação da marca do Holocausto é “totalmente inaceitável“. Um porta-voz declarou: “Estamos levando este assunto muito a sério e e iremos realizar uma investigação completa”.

Quem pensa que esse gesto, aparentemente simples, não trará grandes prejuízos está enganado. Em 2007 quatro soldados austríacos foram processados por trocarem saudações nazistas em um vídeo publicado no Youtube. Qualquer divulgação de propaganda ou símbolos nazistas são considerados crimes na Áustria.

Veja mais imagens, vídeos, posts e notícias curiosas

CONTINUE LENDO

Comercial polêmico adverte sobre os riscos de remédios falsificados

Certamente você já deve ter recebido centenas de e-mails com propagandas e promoções de venda de remédios via internet. Esta prática despertou a atenção de um laboratório, que lançou uma campanha, no mínino, chocante. Um homem puxa um rato morto de sua boca depois de tomar um comprimido que supostamente comprou na internet.

De acordo com o britânico Telegraph, um em cada dez homens confessaram a compra de medicamentos através da internet sem qualquer prescrição. Um dos mais populares é o Viagra.

O anúncio será reproduzido em cinemas do Reino Unido e mostra, através de uma cena chocante, o que remédios comprados nessas condições são capazes de fazer.

O locutor adverte: “Veneno de rato é um dos ingredientes perigosos que compõe remédios falsificados comprados em sites ilegais”.

“Esta campanha faz parte de uma ampla campanha de educação pública lançada pela Pfizer no ano passado para garantir que o público esteja ciente dos riscos de saúde que estão correndo ao comprar e consumir medicamentos sem procedência”, declarou o Dr. Davir Gillen, diretor da Pfizer.

CONTINUE LENDO

Fórmula matemática comprova que as garotas não devem ter relações sexuais no primeiro encontro

As mulheres aumentam as chances de ter sorte no amor se evitar dormir com os parceiros na primeira oportunidade, é o que afirma um estudo divulgado no jornal Daily Mail.

Usando um modelo matemático, que para muitos é bastante conhecido, os pesquisadores demonstraram que a morosidade no andamento da relação evolui de modo que as mulheres eliminem parceiros aproveitadores.

O professor Robert Seymour, da University College de Londres, utilizou um ramo da matemática chamado jogo de acasalamento para explorar os rituais de namoro entre homens e mulheres. Os resultados espelham os conselhos dados há gerações pelas vovós e tias mais velhas.

Seu modelo é baseado na ideia de que as mulheres têm mais a perder em qualquer novo relacionamento, sobretudo pelo risco de poder acabar com um filho indesejável ou um pai ausente.

“Um dos parceiros, frequentemente o macho, arca com a maior parte do custo financeiro, mas ambos pagam um custo em tempo, que poderia estar sendo usado de forma mais produtiva”, explica. Por que as pessoas, e outros animais, não aceleram as coisas? A resposta parece ser o fato de que o cortejo longo ajuda a fêmea a obter informação sobre o macho”.

Ao atrasar as atividades sexuais, a fêmea é capaz de reduzir a chance de que ela irá copular com um sujeito desagradável.”, diz a pesquisa.

O modelo simplificado observa o namoro de homens e mulheres em uma sociedade sem contracepção. O namoro termina quando o homem ou a mulher aceita o parceiro como um amigo. O modelo também assume que existem apenas dois tipos de homens (bons e ruins). Ele assume que os homens bons vão esperar mais tempo antes de ter relações sexuais.

“O namoro longo é o preço pago para aumentar a chance de acasalamento. Se ocorrer, será um jogo harmonioso que beneficia ambos os sexos. Isso pode ajudar a explicar a crença de que é aconselhável não dormir com um homens em seu primeiro encontro”, complementa o estudo.

O modelo não funciona tão bem em uma sociedade onde a contracepção remove grande parte do risco de engravidar.

O professor Seymour acredita que o modelo ajuda a explicar a forma como o namoro longo pode ter evoluído em sociedades pré-históricas de dezenas de milhares de anos atrás.

Anotaram a receita, meninas?

Veja mais imagens, fotos, vídeos e notícias curiosas

CONTINUE LENDO

Excesso de café causa alucinações, diz estudo

Essa notícia interessa diretamente a várias pessoas, que não dispensam um cafezinho todos os dias.

De acordo com uma pesquisa, publicada no site da BBC, indica que pessoas que consomem mais de sete xícaras de café instantâneo por dia têm três vezes maior probabilidade de ouvir vozes, sentir a presença de pessoas que já morreram e ver coisas que não existem, do que pessoas que consomem menos de uma xícara.

Para o líder da pesquisa, Simon Jones, as “alucinações não são um sinal de doença mental”. A pesquisa sugere que o risco de ocorrer essas alucinações aumenta com o alto consumo de café e outras fontes de cafeína.

Os pesquisadores chegaram à essa conclusão após perceberem o aumento da produção do cortisol, um hormônio responsável por produzir efeitos fisiológicos do estresse.

“Acredita-se que vários destes fatores podem estar ligados a alucinações em parte por causa do seu impacto sobre a reação do organismo ao estresse. Dada a ligação entre comida e humor, e especialmente entre cafeína e a resposta do organismo ao estresse, parece sensato examinar o que uma perspectiva nutricional pode esclarecer”, concluiu Jones.

CONTINUE LENDO

Escutar música no seu MP3 pode transmitir bactéria potencialmente mortal

O jornal Daily Mail publicou o resultado de uma pesquisa, que mostra que pessoas que usam regularmente fones de ouvido têm milhares de vezes mais bactérias em seus ouvidos do que as pessoas que não usam.

Embora a maioria destas bactérias sejam inócuas, outras, como a estafilococos (que normalmente causa otite externa, doenças sistêmicas e infecções cutâneas) pode provocar uma série de males, desde dor de ouvido até feridas potencialmente letais.

Os pesquisadores disseram que tapar regularmente os ouvidos com fones permite a proliferação dos vírus e bactérias, e que as pessoas devem pensar duas vezes antes de partilhar seus fones com outras pessoas.

Durante os estudos, 50 jovens do sexo masculino foram avaliados. Metade escutam música nos seus MP3 players, enquanto os demais não. Após o uso, seus ouvidos e os fones foram limpos e as amostras foram incubadas durante a noite. Algumas amostras, cujos relatórios foram publicados no Online Journal of Health and Allied Sciences, indicaram que os usuários regulares de fones de ouvido tinham milhares de vezes mais bactérias do que os demais usuários.

O uso dos fones torna o ouvido mais quente e úmido e aumenta o risco de cortes e arranhões, auxiliando o contágio. A prática comum de partilhar os fones ajuda a piorar essa situação.

Sugere-se, portanto, não compartilhar fones ou se for compartilhar, fazer com cautela. Deve-se limpá-los antes de emprestar a alguém“, afirmou um dos pesquisadores.

Curiosamente, este não é o primeiro estudo a concluir que iPods e MP3 players podem prejudicar a saúde. Fones de ouvido podem transmitir piolhos, além da grande possibilidade de causar surdez, em virtude da intensidade do volume.

Aqui no Brasil, de 6 a 12% das pessoas que trabalham em funções nas quais têm de usar fones de ouvido sofrem de algum tipo de perda auditiva. Isso significa que, dos 750 mil operadores de tele-atendimento e telemarketing que atuam no Brasil, cerca de 4,5 mil, no mínimo, podem apresentar esse problema.

CONTINUE LENDO

Música Sem Fronteiras

Não há como negar. A música é a mais universal das linguagens e quem gosta de música, sobretudo, quem gosta de de saber informações sobre o assunto precisa de um lugar onde possa encontrar fontes variadas. Por esse motivo, foi criado o portal Música Sem Fronteiras, que com a facilidade e velocidade de um toque, traz notícias, artigos, entrevistas, resenhas, vídeos, podcasts, coberturas dos principais shows e festivais, entre outros.

Com todos os avanços tecnológicos que facilitaram a produção e ajudaram a conectar cabeças ao longo do planeta, o mundo da música ficou ainda maior e mais diverso. E, ao mesmo tempo, ele também ficou muito mais fácil de ser percorrido. O universo dos sons está em expansão. Todo dia, toda hora. Sem fronteiras.

Para conhecer o portal, basta clicar aqui.

Publieditorial

CONTINUE LENDO

Doença faz adolescente rir sem parar

A cada dia penso que não viveremos o suficiente para vermos tudo no mundo. Dessa vez, a notícia curiosa vem da China. Segundo o jornal The Sun, uma adolescente de 13 anos sequer pode falar, porque ri sem parar.

Xu Pinghui, que precisou desenvolver uma nova forma de comunicação – evidentemente, usando o riso – tem buscado ajuda de vários médicos desde que o problema surgiu, depois de um período de febre quando ela ainda tinha oito meses.

Seus pais agora estão desesperados para encontrar a cura. “Desde então ela ri incontrolavelmente”, disse sua mãe Yang Longying.

Seu pai acrescentou: “Não há felicidade para nós. Vê-la rir nos deixa mais triste do que se ela estivesse chorando.

Os médicos, porém, deram uma nova esperança, após identificarem que o lobo frontal do seu cérebro foi danificado pela febre. Eles agora pretendem realizar uma tomografia computadorizada na adolescente e esperam que isto possa fornecer respostas para a misteriosa condição.

CONTINUE LENDO