Você quer armar um Boteco também?

Eu, como bom gerente de Buteco, não poderia ficar de fora dessa, já estou lá. Como diria Nelson Rubens, veeeejaaa!

A Skol lançou uma campanha que tem tudo a ver com nosso Buteco. Para ganhar vários prêmios, como iPods com 80 GB´s e kits botecos você só precisa:

1. Gravar um vídeo (de preferência com uma galera)
2. Jogar ele no Youtube
3. Logo depois mandar ele para o site da Skol.

Os botecos mais criativos faturam os prêmios que comentei.

Veja abaixo um dos botecos:

Se alguém quiser armar um boteco com base no Buteco, já está autorizado e obrigado a me mandar o vídeo também! [risos]
CONTINUE LENDO

A história por trás de algumas das capas de disco mais polêmicas de todos os tempos

Criatividade e gosto são, de fato, assuntos discutíveis. Veja, por exemplo, a relação das capas de disco mais polêmicas de toda história da música. E engana-se quem pensa que são artistas moderninhos, a maioria das capas de discos são de bandas e músicos já consagrados.

Veja abaixo algumas delas:

1. The Rolling Stones: ‘Sticky Fingers’
Tanto a idéia quanto a execução da capa e contra capa foram feitos por Andy Warhol, artista plástico doidaço que foi o expoente máximo da arte pop. O LP trazia uma foto de uma calça jeans… com um zíper de verdade para você abrir e fechar!

2. David Bowie: ‘Diamond Dogs’
O choque começava pela capa e contra-capa, desenhadas por Guy Peellaert, um artista holandês impressionista em que mostrava Bowie metamorfeseado de cachorro, com duas prositutas gordas, rindo ao fundo.

3. The Rolling Stones: ‘Beggars Banquet’
Por atrasos devido à recusa da capa original pelas gravadoras [tanto nos EUA como na Inglaterra], Beggars Banquet só saiu quatro meses depois do previsto, em dezembro de 1968, embalado não na hoje conhecida foto do mictório rabiscado, mas numa espécie de envelope de convite [como se os Rolling Stones convidassem a todos ao banquete dos mendigos].

4. Poison: ‘Open Up And Say… Ahh’
A capa original foi censurada, por trazer uma imagem considerada satânica (algo como uma mulher/monstro com a língua de fora). Uma nova capa foi então elaborada, deixando apenas uma parte do desenho à vista, mas, em muitos países, os discos foram vendidos com as duas opções de capa.

5. Guns N Roses: ‘Appetite for Destruction’
A capa original do álbum (que mostra uma garota sendo estuprada por um autômato) foi considerada obscena e depreciativa contra as mulheres e proibida nos Estados Unidos e alguns outros países (no Brasil foi mais divulgada a capa original, embora haja algumas prensagens da capa alternativa).

6. Black Sabbath: ‘Born Again’
A capa do disco é uma das mais criticadas e ridicularizadas da história do metal. Olhando ela hoje, realmente fica difícil defender aquela gravura. Mas se toda a crítica que se faz a esse álbum fosse resumida à capa, estaria tudo bem. O negócio é que muita gente criticava todo o resto: os videoclips gerados a partir de músicas do álbum que, pra muita gente, representaram algo ridículo e constrangedor para a banda.

7. The Strokes: ‘Is This It’
O autor da foto, Colin Lane, falou sobre o seu trabalho a NME, em 2006: “Uma estilista esqueceu as luvas em meu apartamento. Depois convidei minha namorada para fazer as fotos”. Colin completou: “Só estava tentando tirar fotos sexys”.

8. The Black Crowes: ‘Amorica’
Amorica chegou ao top 10 da parada norte-americana, mas a marca principal do disco foi a capa, que mostra o close de uma mulher de biquíni, que tem parte de seus pêlos púbicos expostos. A ilustração do biquíni possui desenhos que remetem a bandeira norte-americana, por isso algumas tiragens tiveram sua capa alterada devido a atritos com autoridades governamentais.

9. Ministry: ‘Dark Side Of The Spoon’
O disco “Dark Side Of The Spoon” foi proibido não por suas letras, mas por sua capa. É que ela traz a foto de uma mulher gorda e nua, sentada de costas, olhando para uma lousa.

10. John Lennon & Yoko Ono: ‘Unfinished Music No.1: Two Virgins’
Junto a Yoko Ono, John começou sua carreira solo mesmo ainda fazendo parte dos Beatles, mas sem muito sucesso. Ele lançou o primeiro álbum, Two Virgins, em novembro de 1968. Two Virgins era um álbum experimental e que trouxe gravações caseiras. A capa do álbum causou polêmica, pois os dois apareceram nus. Um mês antes do lançamento do álbum eles foram presos pela polícia por porte de drogas.

11. King Diamond: ‘Give Me Your Soul Please’
Esta capa tem até enredo:
A “garotinha do vestido ensangüentado” tem uma breve conversa com seu irmão antes de sair do espelho; ela tenta acalmá-lo e ao mesmo tempo explicar que estão mortos. Ambos (supostamente) foram mortos pela mesma pessoa, mas também há a possibilidade do irmão ter cometido suicídio. Pra quem não sabe, o lugar para pessoas que cometem esse pecado é nada mais nada menos que o inferno.

Incerta sobre seu estado/condição, ela sai do espelho com a missão de impedir que o irmão vá para um lugar tão desagradável. Ela só precisa de uma alma…

12. The Beatles: Yesterday and Today
A capa trazia os quatro rapazes de Liverpool, até então com fama de comportados, vestindo aventais de açougueiros e segurando pedaços de carne e bonecos decepados, num protesto contra a guerra do Vietnã. Depois de recolhido, posteriormente o álbum foi relançado com uma nova capa, mais condizente com as vontades governamentais.

13. Marilyn Manson: ‘Holy Wood’
Algumas lojas nos Estados Unidos se recusaram a vender o álbum caso a capa não fosse mudada. Foi criada então uma capa alternativa. Manson declarou: “A ironia está no fato de que a minha escolha da capa do álbum foi mostrar às pessoas que a imagem da crucificação de Jesus é mesmo violenta. Na verdade, a própria foto é tirada de uma estátua de Jesus de um lugar e adoração. Meu queixo foi arrancado para simbolizar esse exato tipo de censura. Isso me dá prazer ao invés de me irritar porque essas pessoas ofendidas pela minha foto forneceram provas para meu ponto de vista.”

14. The Coup: ‘Party Music’
Num tom macabro, a capa de um disco da banda de hip-hop The Coup, cuja música tem forte teor anticapitalista, até recentemente mostrava o World Trade Center (WTC) explodindo.

A diretora de vendas do selo da banda disse que a arte da capa, que mostrava “Boots” Riley, um dos integrantes do grupo, segurando um detonador diante das torres que explodiam, foi tirada do site momentos depois que dois aviões sequestrados se chocaram contra as torres gêmeas do WTC.

15. Brujeria: ‘Matando Gueros’
A capa, traz a figura da cabeça de um homem chamado Mário Rios, assasinado por Satanistas em um dos maiores e mais famosos cultos satanistas de todos os tempos; O de Matamoros. Com essa capa, e titulos de musicas pesados, o cd causou problemas nas lojas, e algumas lojas se negaram a ter o disco em suas pratileiras. Também causou grandes problemas para os membros da banda, no qual foram relacionados com as mortes satanistas em Matamoros, e até sendo publicada uma materia à nivel nacional na TV mexicana.

16. Scorpions: ‘Virgin Killer’
Klaus Meine, vocalista da banda, lembra que ficou chocado ao ver a capa e tentou impedir que o disco fosse lançado daquela forma, mas a gravadora queria uma polêmica e impôs a capa.

17. Mayhem: ‘Dawn Of The Black Hearts’
Dawn of the black hearts é um EP gravado pela banda de Black Metal Norueguesa Mayhem, cuja capa trazia a foto do Cadáver de “Dead”, antigo vocalista da banda que suicidou-se com um tiro de espingarda na cabeça, deixando um bilhete aonde dizia simplesmente “Desculpe pelo sangue”.

O título do álbum significa “Amanhecer dos Corações Negros”.

18. Blind Faith: ‘Blind Faith’
Sua capa, onde a filha de Baker posava com o peito nu e segurando um avião para lá de fálico, causou grande polêmica na época, gerando inclusive a proibição da venda do disco nos Estados Unidos, o que levou a gravadora a lançar uma versão exclusiva para o mercado americano, com uma foto do grupo no lugar da capa original.

Veja mais capas polêmicas no Gigwise

CONTINUE LENDO

Alemão vai preso por engravidar irmã pela quarta vez

Patrick e Susan Stübing (de 31 e 23 anos) formam um casal há oito anos, têm quatro filhos e se tornaram conhecidos quando decidiram lutar para eliminar o artigo 173 do Código Penal alemão, que penaliza com até três anos de cárcere privado o incesto. Patrick e Susan são irmãos e, alegaram que a proibição legal é contrária à Constituição alemã, que garante a livre escolha em matéria sexual.

A sentença também assinala que a proibição do incesto é um instrumento destinado a proteger a “saúde da população” e estipula que o direito ao livre arbitrio em matéria sexual deve ser restrito. “A função vital da família para a sociedade humana pode perturbar-se se sua normalidade tornar-se distorcida por causa de uma relação incestuosa”, assinala a sentença, que reafirma a validade do artigo 173 do código penal que castiga com penas de até três anos de prisão.

Segundo o jornal Telegraph, Patrick e Susan cresceram separados. Quando tinha três anos, Patrick foi apartado da família para o proteger de seu pai alcoólatra. Primeiro viveu num orfanato e depois com um casal que o adotou. Quando fez 23 anos quis estabelecer contato com sua família biológica, viajou a Leipzig e voltou a viver com sua mãe e a irmã de 16 anos.

A morte da mãe, no ano 2000, fortaleceu o vínculo entre os dois irmãos, que terminou se convertendo numa relação amorosa. Após ter seu primeiro filho, Patrick foi condenado em 2002 a um ano de prisão, mas foi deixado em liberdade provisória. O casal teve mais duas filhas, pelo qual Patrick foi condenado a mais dois anos e meio de prisão em 2004. Antes de ir para o presídio, Patrick engravidou Susan pela quarta vez. Por isso deverá cumprir mais dois anos de prisão.

A França deixou de penalizar o incesto em 1810, e outros países, como a Espanha, seguiram o exemplo.

A última sentença diz que Patrick deverá, além de cumprir sua condenação, viver separado de sua irmã para sempre.

Via Mdig

CONTINUE LENDO

Você foi vítima de cyberbullying? Saiba como se defender

O cyberbullying é a forma virtual de praticar Bullying. Uma modalidade que vem preocupando especialistas, pais e educadores, em todo o mundo, por seu efeito multiplicador do sofrimento das vítimas. Na sua prática utilizam-se das modernas ferramentas da Internet e de outras tecnologias de informação e comunicação, móveis ou fixas, com o intuito de maltratar, humilhar e constranger. É uma forma de ataque perversa que extrapola em muito os muros da escola, ganhando dimensões incalculáveis.

Como o Cyberbullying acontece e como agem seus praticantes?

Acontece através de e-mails, torpedos, Blogs, Fotoblogs, Orkut, MSN. De forma anônima, o autor insulta, espalha rumores e boatos cruéis sobre os colegas e seus familiares, até mesmo sobre os profissionais da escola. Mensagens instantâneas são disparadas, via Internet ou celular, onde o autor se faz passar por outro, adotando nicknames semelhantes, para dizer coisas desagradáveis ou para disseminar intrigas e fofocas. Blogs são criados para azucrinar e o Orkut é utilizado para excluir e expor os colegas de forma vexatória. Fotografias são tiradas, com ou sem o consentimento das vítimas, sendo alteradas, através de montagens constrangedoras, incluindo ofensas, piadinhas, comentários sexistas ou racistas. Essas imagens, muitas vezes, são divulgadas em sites, colocadas em newsgroups e até nas redes de serviços, ou divulgadas através de materiais impressos espalhadas nos corredores, banheiros, ou circulam entre os alunos, sem o conhecimento das vítimas. Quando descobre, seu nome e imagem já estão em rede mundial, sendo muito difícil sair ilesa da situação. Há casos em que a vítima tem o seu E-mail invadido pelo agressor, que se fazendo passar por ela, envia mensagens, com conteúdos difamatórios, com gravíssimas conseqüências para a vítima e seus familiares. A participação em fóruns e livros de visitas também são estratégias utilizadas pelos praticantes, deixando mensagens negativas sobre o assunto em questão ou opinando de maneira inconveniente.

Votações são realizadas através de sites, para escolher ou eleger colegas com características estereotipadas.

Em que o Cyberbullying difere do Bullying?

A diferença está nos métodos e ferramentas utilizadas pelos praticantes. O Bullying ocorre no mundo real enquanto que o cyberbullying ocorre no mundo virtual. Geralmente, nas demais formas de maus-tratos, a vítima conhece seu agressor, mesmo que os ataques sejam diretos ou indiretos. No Cyberbullying, os agressores se motivam pelo “anonimato”, valendo-se de nomes falsos, apelidos ou fazendo-se passar por outras pessoas.

Quem são os maiores praticantes de Cyberbullying? É possível traçar um perfil dessas pessoas?

Os maiores praticantes, sem dúvida, são os adolescentes. Não é possível traçar um perfil por se tratar de ataques virtuais, onde a imagem e a identidade do agressor não são expostas e as vítimas, quando descobrem, raramente denunciam. Porém, à medida que o conhecimento do tema tem se popularizado e a comunidade escolar tem se conscientizado, medidas legais vêm sendo tomadas por parte das vítimas e seus familiares, bem como das escolas. Conhecemos casos em que o autor foi rastreado, identificado pela polícia e seus responsáveis, encontram-se respondendo a processos, por danos morais e outros artigos previstos em Lei. Lembramos que as Delegacias Especializadas em Crimes Cibernéticos dispõem de recursos para identificar a origem das mensagens.

O que o praticante ou agressor precisa saber?

Precisa saber que o seu comportamento não é aceitável e como tal, é passível de punição, de acordo com o Regimento Interno Escolar e com o Estatuto da Criança e do Adolescente. A escola dispõe de inúmeros profissionais dispostos a ajudá-lo a canalizar sua agressividade em ações pró-ativas. E que a intolerância, o desrespeito e a dificuldade de empatia devem ser convertidos em respeito, cooperação, solidariedade e ações direcionadas à construção de um ambiente pacifico, do qual dependerá o seu futuro profissional e familiar.

O que a vítima deve fazer?

A) Preserve todas as provas

Seja qual for o crime que o internauta venha a ser vítima, é importante, antes de tudo, preservar o maior número de provas que conseguir. Imprimir e salvar o conteúdo das páginas ou “o diálogo” do(s) suspeito(s) numa sala de bate-papo, por exemplo, ajuda como fonte de informação para a investigação da polícia. Mas infelizmente não vale como prova em juízo, pois carece de fé pública. Uma alternativa para registrar provas que estejam on-line é recorrer a um cartório e fazer uma declaração de fé pública de que o crime em questão existiu, ou lavrar uma Ata Notarial do conteúdo ilegal/ofensivo. Isso é necessário porque, como a internet é muito dinâmica, as informações podem ser tiradas do ar ou removidas para outro endereço a qualquer momento.

O cuidado com a preservação das provas torna-se ainda mais importante quando a Justiça brasileira já responsabilizou, em algumas de suas decisões, internautas que não guardaram registros do crime on-line de que foram vítimas, o que torna o golpe duplamente custoso ao usuário da rede.

B) Com as provas na mão, procure uma Delegacia de Polícia e registre a ocorrência

Elaboramos uma lista de Delegacias Especializadas em Crimes Cibernéticos onde as vítimas poderão apresentar queixa-crime. Caso no seu Estado não exista uma Delegacia Especializada, procure a mais próxima da sua residência.

O que fazer inicialmente?

A despeito da ação penal, pode o cidadão que se sentir lesado em seus direitos notificar diretamente o prestador do serviço de conteúdo para que remova o conteúdo ilegal e/ou ofensivo de seus servidores e preserve todas as provas da materialidade e os indícios de autoria do(s) crime(s).

Onde encontrar uma delegacia especializada em crimes cibernéticos?

• Distrito Federal
Polícia Civil – Divisão de Repressão aos Crimes de Alta Tecnologia (DICAT)
Endereço: SIA TRECHO 2 LOTE 2.010 1º ANDAR, BRASÍLIA-DF, CEP: 71200-020.
Telefone: (0xx61) 3361-9589
E-mail: dicat@pcdf.df.gov.br

OBS: A DICAT é uma Divisão especializada em crimes tecnológicos que tem como atribuição assessorar as demais unidades da Polícia Civil do Distrito Federal. Como Divisão, a DICAT não atende ao público, não registra ocorrências nem instaura inquéritos policiais. A finalidade da DICAT é prestar apoio às Delegacias de Polícia do DF nas investigações de crimes que envolvam o uso de alta tecnologia, como computadores e internet, agindo sob provocação das Delagacias que necessitarem de auxílio no “universo virtual”, por exemplo. Ou seja: qualquer Delegacia do Distrito Federal poderá fazer o Registro da Ocorrência, investigar, e qualquer dificuldade ou necessidade de um apoio mais técnico, solicita auxílio a DICAT.

Desse modo, a vítima de crime cibernético no Distrito Federal pode procurar qualquer uma das Delegacias de Polícia (as não especializadas) para efetuar registro da ocorrência.

Por fim, a DICAT recebe denúncias de crimes cibernéticos (que são repassadas aos órgãos competentes) e presta esclarecimentos sobre condutas a serem adotadas por vítimas de crimes cibernéticos no DF, quando informados ou solicitados por e-mail.

• Espírito Santo
Polícia Civil – Núcleo de Repressão a Crimes Eletrônicos (NURECCEL)
Endereço: O Núcleo funciona do edifício-sede da Chefia de Polícia Civil, 2º andar, localizado na Av. Nossa Senhora da Penha, 2290 – Bairro Santa Luiza – Vitória/ES, ao lado do DETRAN.
Telefone: 0xx027 – 3137-9078 ou fax 0xx027 – 3137-9077
E-mail: nureccel@pc.es.gov.br
WebSite: http://www.pc.es.gov.br/nureccel.asp

• Goiás
Polícia Civil – Divisão de Repressão aos Cibercrimes (DRC) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) – Goiânia/GO
Telefone: 0xx62 – 3201-1150 / 3201-1140

• Minas Gerais
Polícia Civil – Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Informática e Fraudes Eletrônicas – DERCIFE
Endereço: Av. Antônio Carlos, 901 – Lagoinha – Belo Horizonte – MG
Telefone: 0xx31 – 3429-6024 | Horário de Atendimento: 08:30 às 18:30 horas
E-mail: dercifelab.di@pc.mg.gov.br

• Pará
Polícia Civil – Delegacia Virtual
WebSite: http://www.delegaciavirtual.pa.gov.br
E-mail: comunicacao@policiacivil.pa.gov.br

• Paraná
Polícia Civil – Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber)
Endereço: Rua José Loureiro, 376 – 1º. Andar – sala 1 – Centro – Curitiba-PR
E-mail: cibercrimes@pc.pr.gov.br
Telefone: (0xx41) 3883-8100

• Pernambuco
Polícia Civil – Delegacia interativa
WebSite: http://ww8.sds.pe.gov.br/delegaciainterativa/default.jsp
E-mail: policiac@fisepe.pe.gov.br

• Rio de Janeiro
Polícia Civil – Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI)
Endereço: Rua Professor Clementino Fraga nº 77 – Cidade Nova (prédio da 6ª DP), Rio de Janeiro, RJ
Telefone: 0xx21 – 3399-3203/3200
E-mails: drci@policiacivil.rj.gov.br / drci@pcerj.rj.gov.br

• São Paulo
Polícia Civil – 4ª. Delegacia de Delitos Cometidos por meios Eletrônicos – DIG/DEIC
Avenida Zack Narchi,152 – Carandiru, São Paulo-SP OBS: perto da antiga detenção do Carandiru, próximo ao Center Norte, estação do metrô do carandiru
Telefone: 0xx11 – 6221-7030 / 6221-7011 – ramal 208
E-mail: 4dp.dig.deic@policiacivil.sp.gov.br

Nos Estados da Federação onde não houverem delegacias especializadas, procure a mais próxima da sua residência.

Via: Safenet | Bullying

CONTINUE LENDO

Conheça os bastidores de um dos maiores fenômenos dos anos 80

Exibidos pela primeira vez na televisão brasileira em 1988, dentro do programa Clube da Criança (que era comandado pela hoje global Angélica), da extinta Rede Manchete, Jaspion e Changeman se transformaram em verdadeiros fenômenos.

Os dois seriados pertencem ao gênero Tokusatsu (efeitos especiais), termo utilizado para categorizar séries do Japão. Existem vários sub-gêneros. Jaspion, por exemplo, pertence ao Metal Hero, que apresenta personagens com armaduras metálicas, enquanto Changeman é integrante do Super Sentai, constituído por equipes de super-heróis, geralmente com cinco membros, que se vestem com colantes coloridos. A primeira parada dos justiceiros em solo nacional foi nas vídeo locadoras. As fitas sumiam rapidamente das prateleiras, e as produções abriram o mercado brasileiro para a chegada de outras séries da mesma linhagem.

Veja abaixo algumas fotos do Making Of da série:

Jaspion foi interpretado por Hikaru Kurosaki que deixou a carreira de ator e dublê, e tornou-se professor de mergulho. Aqui no Brasil, foi dublado por Carlos Takeshi, que atualmente apresenta o programa Infoshop do canal ShopTime.

Via Bobagento

CONTINUE LENDO

As útimas refeições mais inusitadas dos condenados americanos

Histórias sobre a última refeição de condenados à morte são um prato cheio para escritores nos EUA. Se você é faminto por curiosidades, conheça alguns dos pedidos mais estranhos e originais.

Pedido mais generoso

Condenado: Philip Workman
Crime: Assassinato de um policial
Execução: 9/5/2007, por injeção letal, no Tennessee
Pedido: Uma pizza vegetariana para ser dada a um morador de rua.

O generoso pedido de Philip não foi atendido pela prisão – as leis de execução nos Estados Unidos proíbem ‘terceirizar’ a última ceia. Mas o povo se comoveu com a história e doou centenas de pizzas os desabrigados de Nashville, cidade
do estado do Tennessee em que ocorreu a execução. Só para a Union Rescue Mission, instituição que acolhe desabrigados, a doação foi de 170 pizzas. Até em outros estados, como Minnesota, houve doações motivadas pelo pedido de Philip.

O preso mais famoso

Condenado: Saddam Hussein
Crime: Crimes contra a humanidade
Execução: 30/12/2006, por enforcamento, no Iraque
Pedido: Arroz com frango e água quente com mel – ou hambúrguer com fritas…

Ainda não há informação oficial de como o ditador iraquiano matou a fome antes de ser enforcado. Circulam duas versões para o último pedido. A mais aceita é que ele teria comido arroz com frango e tomado água quente com mel – bebida que lembrava sua infância. Mas o site israelense de notícias YnetNews insinuou, ironicamente, que Saddam passara os últimos dias comendo hambúrguer e fritas – prato favorito dos seus inimigos americanos.

O mais exagerado

Condenado: Mauriceo Brown
Crime: Assassinato durante roubo
Execução: 19/7/2006, por injeção letal, no Texas.
Pedido: 15 enchiladas (‘panquecas’) com queijo e cebola, anéis de cebola, 8 pedaços de frango frito, 8 pedaços de frango assado, 8 pimentas, 10 tacos completos com recheio de carne, queijo, cebola e molho, 4 cheeseburgers duplos com queijo duplo e bacon duplo, 1 bisteca grelhada sem osso e com molho e 1 torta de pêssego.

O pedido de Mauriceo Brown é um dos recordistas em quantidade de comida. A julgar pelo tanto de rango que ele pediu para uma só refeição, devia ser mesmo difícil o cara se sustentar com um trabalho honesto…

O mais ligth

Condenado: Robert Buell
Crime: Assassinato de uma garota de 11 anos
Execução: 25/9/2002, por injeção letal, em Ohio
Pedido: Uma azeitona preta, com caroço.

Pode parecer surpreendente a escolha de Robert Buell para sua última refeição, mas são vários os relatos de jejuns e pedidos modestos. Há condenados, por exemplo, que se contentaram apenas com um iogurte ou que só tomaram uma xícara de café. O inusitado da escolha de Robert é que ele alimentava a idéia de ‘plantar’ uma oliveira – símbolo de paz – que brotaria do seu corpo enterrado. A idéia, claro, não deu muito certo e a árvore não vingou.

O mais chique

Condenado: Roy Allen Harich
Crime: Assédio, agressão e assassinato
Execução: 24/4/1991, na cadeira elétrica, na Flórida
Pedido: Filé grelhado, champignon, brócolis gratinado, couve-de-bruxelas, pão de alho com provolone e azeitonas, panquecas de framboesa e suco de abacaxi.

Segundo os advogados de Roy, o preso que fez um dos pedidos mais refinados dos Estados Unidos bebeu todas, se drogou e por isso cometeu o crime que o condenou à morte. Apesar de requintado na hora do último rango, Roy não foi nada elegante quando assediou e agrediu com facadas e tiros duas adolescentes – uma delas, de 18 anos, morreu.

Mundo Estranho

CONTINUE LENDO

Que tal fazer mais de 2 horas de sexo?

Quando se fala de seres humanos é impossível estabelecer. Afinal, ninguém faz sexo ao ar livre, como o besouro do amor, campeão do reino animal, com 56 horas. Com gente não há uma marca estabelecida, pois depende do parâmetro usado para determinar quando começa e termina o rala-e-rola. ‘É difícil mensurar, mas o tempo médio do brasileiro é de 15 a 20 minutos’, afirma a educadora sexual Laura Müller. Mas, se o assunto é transa prolongada, a galera logo se lembra do sexo tântrico, cujas técnicas permitem horas de prazer.

O sexo tântrico deve durar ao menos duas horas. O sexo tântrico tem uma duração mínima, mas não uma máxima: quanto mais tempo durar, mais prazer proporcionará. O tantra encoraja o homem a fazer com que sua companheira se sinta divina.

O sexo tântrico leva em conta que nossa pele possui cerca de 600 mil pontos de sensibilidade. A ejaculação é considerada um desperdício de energia vital e por isso deve-se aprender a adiá-la.

Até chegar ao orgasmo, sete etapas devem ser respeitadas:

Sem dúvida, os norte-americanos não praticam o sexo tântrico: 70% deles ejaculam apenas dois minutos depois da penetração.

Via: Mundo Estranho

CONTINUE LENDO

Sem ter o que fazer neste domingo? Que tal tentar isso

Se você ainda não sabe, esta técnica se chama “Stop Motion”. Os modelos são movimentados e fotografados quadro a quadro. Estes quadros são posteriormente montados em uma película cinematográfica, criando a impressão de movimento. Resumindo… muito trabalho e tempo disponível!

Via: Uhull

CONTINUE LENDO

Flanelinha devolve carteira com R$ 7 mil ao dono

Francinei dos Santos, o flanelinha que na segunda-feira (17) encontrou uma carteira com R$ 7 mil, em Manaus, e devolveu ao dono contou ao G1 que virou motivo de piada entre os amigos. “Ficam falando que eu fui idiota. Eu até poderia ter ficado com a carteira porque achado é achado, mas minha consciência ia ficar pesada”, afirma Santos.

O flanelinha falou que foi recompensado pelo dono da carteira, o aposentado Alberto Araújo, com R$ 150 e alguns presentes para os filhos, como lápis de cor e bolsinhas. “Ouvi dizer que ele vai nos ajudar a construir uma casa. Eu moro em uma bem pequenininha com minha esposa, que está grávida, e mais cinco filhos. Tomara que seja verdade”, diz.

Segundo Santos, o aposentado deixou a carteira cair e voltou correndo para ver se a encontrava. “Ele abriu o carro, procurou pelos bancos. Logo deu para perceber que ele deveria ser o dono, porque estava agoniado, e o chamei para devolver.” Santos contou que trabalha no local de segunda a sábado, das 7h às 18h.

O flanelinha disse que completa 32 anos nesta quinta-feira (20) e o melhor presente é estar com a consciência tranqüila e ao lado da família. “Posso ter pouco dinheiro, mas é suficiente para sustentar humildemente minha família e com honestidade”, diz.

CONTINUE LENDO

Agora é proibido cortar rabo e orelha de cães

O Conselho Federal de Medicina veterinária proibiu o corte de orelhas e recomenda que não se corte caudas de cães, por considerar que essas práticas são uma mutilação do animal.

Muitos donos acreditam que seus cachorros ficam mais bonitos de rabo empinado ou quase sem orelha. A mudança no visual só é possível, na maioria dos casos, após uma cirurgia nos animais.

A prática é muito comum em cachorros treinados para o combate, como as raças pit bull e rottweiler, mas veterinários dizem que a operação é perigosa. “Não existe necessidade de expor o animal a um risco anestésico ou de pegar uma infecção durante a cirurgia. É um risco desnecessário, que o animal não precisa correr”, argumenta o veterinário Gustavo Seixas.

Segundo o G1, o Conselho Federal de Medicina Veterinária proibiu nesta quarta-feira (19) duas práticas muito comuns no Brasil: a conchectomia, que é o corte da orelha do cachorro, e a onicectomia, que é a retirada da unha do gato.

Segundo o conselho, a decisão foi tomada porque é preciso estabelecer uma convivência de respeito mútuo entre o animal e seu dono, e as cirurgias não trazem nenhum benefício aos bichos.

A proibição pretende estimular os donos a conhecer os animais como eles realmente são e evitar as mutilações.

CONTINUE LENDO

Quando for dar entrevista, não esqueça de desligar o celular

Gente, gosto musical à parte, eu fiquei com pena do sujeito, ainda por cima tomou bronca da apresentadora! [risos]

Dica do meu amigo/irmão Fábio Penha, responsável por intermináveis 15 minutos de risos

CONTINUE LENDO

Quer trabalhar em casa? Fique atento aos erros

Trabalhar em casa pode parecer um sonho de conforto e conveniência, mas é preciso preparar seu ambiente profissional para que sua produtividade não fique também de pijamas.

Ao mover sua vida profissional para sua casa, você terá de adaptar tanto seu ambiente quanto sua rotina, pois a delimitação entre trabalho e vida doméstica será mais tênue, e tanto sua família quanto sua produtividade podem ser prejudicadas.

Postura, nada de pijamas enquanto trabalha!

De início, não transforme seu trabalho em casa em uma extensão de suas férias. Para não perder o ritmo, tenha um ambiente exclusivo para suas atividades profissionais, e vista-se também de acordo. Não que você vá usar terno para despachar em seu home-office, mas passar o dia com roupas de bolinhas tende a tornar outros aspectos da sua rotina ‘relaxados demais’.
Trabalhar na cozinha, nem pensar

Ao projetar seu home-office, faça com que ele se pareça realmente com um escritório, mesmo porque eventualmente você poderá receber clientes ou parceiros, e também para que sua família não invada seu território, transformando-o em um quarto da bagunça.
Estabeleça (e cumpra) horários

A maior vantagem de se trabalhar em casa é a flexibilidade de horários, mas o risco desta flexibilidade confundir sua vida profissional e pessoal é bem grande.

Em casa, você será interrompido com demandas familiares, pois sua presença constante tende a ser confundida com ‘disponibilidade constante’. Para evitar esse tipo de mal-entendido, crie um horário de trabalho e deixe claro para sua família que tem uma agenda a cumprir.

Nada de ficar assistindo TV

Paradoxalmente, trabalhar em casa exige muito mais disciplina e concentração do que no ambiente natural de trabalho. Em casa você estará sujeito a distrações de todo tipo (além das familiares), como navegação errante na internet, pausas demoradas para lanches, e até mesmo a tentação de deixar a televisão ligada no canto do escritório. Faça de sua agenda sua maior aliada, programe suas atividades diariamente, no início da manhã, e empenhe-se em segui-las com toda a fidelidade que puder, até que se torne um hábito.
Trabalhar de madrugada, nem pensar

Embora a flexibilidade e liberdade total sejam tentadoras, traga a disciplina do ambiente laboral para seu home-office. Tenha horários para refeições, evite fragmentar sua rotina e, ao menos que seu relógio biológico seja igual ao das corujas, não estique seu trabalho até a madrugada.

Boa parte do sucesso de se trabalhar em sua casa vem justamente da separação entre trabalho e lazer. Deixar que sua vida profissional e doméstica se confundam pode comprometer sua qualidade em ambos, tornando-o um profissional de baixa produtividade e, ao mesmo tempo, uma pessoa que não tem tempo para a família.

Agora, vá trocar esse pijama.

Via Administradores

CONTINUE LENDO

Adolescente de 15 anos vence concurso anual de chulé

Ben Russel, de 15 anos, venceu um título que poucas pessoas gostaria de ter. Ele é o campeão do torneio anual de chulé, realizado em Montpelier, Estado de Vermont.

Segundo a Associated Press, Russel, que mora no Alasca, conquistou a competição após vencer outros sete competidores com calçados igualmente mal cheirosos.

Com a conquista do inusitado título, ele recebeu US$ 2,5 mil e uma viagem de três dias para Nova York.

O concurso tradicionalmente realizado desde 1975 é organizado por uma marca de produtos de limpeza de calçados e é tão organizado que este ano havia até um “odorologista” da Nasa entre os juízes.

Em 2007, a vencedora da competição foi uma garota, Katharine Tuck, de Utah. Na ocasião, os juízes chegaram a reclamar do forte cheiro que exalava o tênis de Katharine. “Estou tão orgulhosa da pequena fedorenta”, afirmou a orgulhosa mãe.
CONTINUE LENDO

O Rap das Armas de “Tropa de Elite” em versão ilustrada

Vi este vídeo num post do Inagaki e achei fantástico! Se você (como eu) não sabe o que significa aqueles termos usados no funk proibidão da dupla MC Cidinho e Doca, poderão ter uma melhor noção do que significa exatamente o “parapapapapa”.

Aprenderam? [risos]
CONTINUE LENDO

Os 10 jovens e seus feitos criminosos que fizeram história na internet

Heróis para alguns, bandidos para a maioria, os crackers fazem história na Web. Confira nas páginas a seguir uma seleção dos 10 piores crackers de todos os tempos.

1. Kevin Mitnick
Um dos mais famosos hackers de todos os tempos, Mitnick chegou a roubar 20 mil números de cartões de crédito e assombrava o sistema telefônico dos EUA. Mitnick foi o primeiro hacker a entrar para a lista dos 10 criminosos mais procurados pelo FBI.
2. Adrian Lamo
Na lista de invasões do jovem hacker americano estão os sites da Microsoft, do Yahoo! e do jornal The New York Times.
3. Raphael Gray
O hacker britânico Raphael Gray, 19, foi condenado por roubar 23 mil números de cartões de crédito, entre eles um de Bill Gates.

4. Jonathan James
Preso aos 16 anos, o hacker invadiu uma das agências Departamento de Defesa americano responsável por reduzir a ameaça de armas nucleares, biológicas e químicas. Lá, o jovem instalou um backdoor para roubar senhas de empregados da agência.
5. Jon Lech Johansen
Conhecido como DVD Jon, o hacker norueguês ganhou fama após burlar os sistemas de proteção dos DVDs comerciais. Tais códigos são usados pela indústria cinematográfica para impedir que o conteúdo seja reproduzido em áreas diferentes das de venda.
6. Vladimir Levin
O criminoso russo liderou uma gangue que invadiu computadores do Citibank e desviou US$ 10 milhões, em 1994. Foi preso em Londres um ano depois.

7. Onel de Guzman
Com apenas 23 anos, o filipino Onel de Guzman causou um prejuízo de US$ 10 bilhões com seu vírus “I Love You”, que atingiu sistemas de e-mail no mundo todo.
8. Kevin Poulsen
Kevin Poulsen ganhou um Porche em um concurso realizado por uma rádio americana. O 102º ouvinte que telefonasse para a emissora, levava o carro. Poulsen invadiu a central.
9. Robert Morris
O americano, filho do cientista chefe do Centro Nacional de Segurança Computacional dos EUA, espalhou o primeiro worm que infectou milhões de computadores e fez grande parte da Internet entrar em colapso, em 1988.

10. David Smith
Com o vírus Melissa, o programador conseguiu derrubar servidores de grandes empresas, como Intel, Lucent e Microsoft. Em 2002, o hacker foi condenado a 22 meses de prisão.

Via UOL

CONTINUE LENDO

‘Sucrilhos’ em forma de mapa já vale mais de US$ 200 mil em leilão na internet

Ítens inusitados em sites de leilão pela internet estão se tornando cada vez mais frequentes. A mais nova sensação do site eBay, é um floco de cereal matinal que já está valendo mais de US$ 200 mil. Segundo as donas da pequena “jóia”, o grão de cereal é uma reprodução do mapa do estado americano de Illinois.

Emily McIntire, de 15 anos, disse à Fox News que estava tomando café da manhã com sua irmã Melissa, 23, quando percebeu que um dos grãos tinha um formato diferente. “Eu estava segurando ele ao contrário, por isso não percebi que tinha o formato do mapa de Illinois. Gritei, oh meu Deus, é Illinois”, disse ela.

A sugestão de colocar o pequeno floco de milho no eBay partiu dos pais das garotas, que para evitar rachaduras e danos, armazenaram em uma caixa de guardar jóias.

O leilão está tão disputado, que desde o seu início, no domingo, as ofertas não param. Melissa conclui: “Sempre ouvimos histórias de coisas estranhas sendo vendidas por lá, decidimos tentar!”

CONTINUE LENDO

Filme polêmico diz que Jesus foi crucificado em posição fetal

Esqueça aquela imagem de Jesus pregado na cruz com os braços abertos e as pernas juntas. Pelo menos é o que diz um controvertido filme produzido pela rede BBC às vésperas da Páscoa. Para a emissora, nova prova histórica indica que Jesus provavelmente foi crucificado em posição fetal. E agora?

A BBC enfrenta acusações de tentar reescrever a história da Páscoa e de enganar a opinião pública ao ignorar as provas bíblicas e a tradicional imagem do Nazareno na cruz. Religiosos afirmam que a emissora britânica ofende gratuitamente a fé cristã.

Os autores do filme “A Paixão” (The Passion) preferiram exibir Jesus crucificado com os braços acima da cabeça, com pregos cravados neles, e os joelhos dobrados, uma decisão de Roma possivelmente para expô-lo ao ridículo.

Fiéis já dispararam a fúria contra o filme, afirmando que a BBC havia absolvido Judas e Pôncio Pilatos – que teriam sido tratados de maneira “muito simpática” – e sugerido que Maria não sabia o que estava acontecendo com ela.

O produtor do filme Simon Elliott disse que a BBC está sendo o mais fiel possível à realidade histórica. Segundo ele, a Bíblia carece de informações precisas sobre a crucificação.

Veja um trailer da produção.

“Ele provavelmente foi posto em um mastro usado para forca e deixado em posição fetal”, disse Elliott ao jornal “Daily Mail”. A forma como os cristãos conhecem a crucificação de Jesus, diz o produtor, é apenas uma das muitas adotadas pelos romanos àquela época.

E você? Vai aderir à polêmica?

Na íntegra por Page Not Found

CONTINUE LENDO