Menino de cinco anos casa-se com cachorro

Um sacerdote de uma tribo na Índia oriental casou um menino de cinco anos com um cão para, segundo ele, manter espíritos malígnos longe dele e de sua família.

Bonjh Gope conduziu a união de Samir Mudiya a um filhote de cachorro no dia do festival tribal, em Kuluptanaga no estado de Jharkhand.

Gope acredita que “a união manterá o menino, família e a sociedade longe do olho do mal.”

O interessante é que essa não é uma prática tão anormal quanto se imagina. No Nepal, em 2004, por exemplo, um homem de 75 anos casou-se com um cão para assegurar a boa sorte, mas curiosamente, após três dias morreu.

Com seu filho e outros parentes ao seu lado, Phulram Chaudhary atou laços matrimoniais com um cão na vila de Durgauli no distrito do sudoeste de Kailali.

“Ele acreditou que isto o ajudaria a evitar o grande infortúnio” disse Gorkhapatra (diário estatal). “Contudo, ele morreu alguns dias depois.”

Culture, is culture…

VIA

CONTINUE LENDO

10 'mentirinhas' que nossas mães contam

Certas mentiras que as mães contam, são apenas pra evitar que seus pimpolhos façam cagadas. Outras, elas realmente acreditam no que estão falando, e mesmo depois de a gente crescer, elas ainda nos falam essas coisas e para os nossos filhos.

Eis uma lista de 10 dessas mentirinhas que todo mundo ouviu quando era criança e suas explicações. (Se você quiser, pode acrescentar outras mentirinhas nos comentários, mas não deixe de colocar a explicação).

1 – Não pode entrar nas piscina depois de comer!

Por que é mentira:
Pode reclamar de barriga cheia! Entrar na piscina para se refrescar depois de comer não faz mal nenhum, exceto, é claro, se a água estiver numa temperatura extrema – muito gelada ou escaldante. O que pode ser perigoso é, até duas horas após a refeição, sair nadando feito um louco. A atividade física intensa faz o sangue, que deveria se concentrar na digestão, ser deslocado para acelerar os músculos, o coração e a respiração.(!) Se o problema não está na água, e sim na atividade física, é claro que tomar um bom banho de chuveiro após as refeições também está liberado.

2 – Sai de perto da TV, que estraga a vista!

Por que é mentira:
A luminosidade e os raios emitidos pela telinha, de perto ou de longe, não causam danos permanentes nos olhos de ninguém. O máximo que pode rolar, momentaneamente, é um cansaço da vista ou um ressecamento do globo ocular, porque a pessoa “vidrada” na programação acaba diminuindo a freqüência das piscadas.(!)Ler com pouca luz ou dentro de um carro em movimento pode até causar dor de cabeça, tontura e outros desconfortos, mas também não estraga a capacidade de visão.

3 – Se você não ficar quieto, a caxumba vai descer!

Por que é mentira:
A caxumba em geral se manifesta pelo inchaço das parótidas, glândulas salivares que ficam abaixo da orelha. Ela realmente pode atacar outros tecidos, inchando também os testículos e dando a impressão de que a inflamação “desceu”. Mas isso só rola se o sistema imunológico da pessoa estiver fraco. Desde que não debilitem o sistema imunológico, os exercícios físicos estão liberados.(!)Pouca gente sabe, mas a caxumba pode atacar diretamente os testículos sem se manifestar nas parótidas, ou seja, sem deixar a pessoa com aquelas típicas bochechas inchadas.

4 – Videogame estraga a televisão!

Por que é mentira:
Essa lenda cheira mais a disputa pelo controle remoto… Os jogos eletrônicos desgastam a TV na mesma medida que novelas, partidas de futebol, telejornais… Ou seja, qualquer programação que mantenha o monitor ligado. Quanto mais tempo ele permanecer funcionando, mais cedo virão os problemas técnicos.(!)Imagens estáticas exibidas por muito tempo podem “queimar” a telinha, deixando marcas permanentes. Mas isso vale tanto para games com contadores de pontos fixos como para canais de TV que exibem sua marca no canto da tela.

5 – Se você tomar friagem vai ficar gripado!

Por que é mentira:
Gripes e resfriados são doenças respiratórias causadas por vírus que podem ser contraídos pelo ar ou por contato direto entre as pessoas. Até hoje, nenhum estudo provou que seres humanos submetidos a baixas temperaturas – a popular “friagem” – correm mais riscos de contrair essas doenças.(!)Esse mito pode ser explicado porque, em dias mais frios, as pessoas passam mais tempo aglomeradas em ambientes fechados, o que facilita a contaminação. Além disso, alguns tipos de vírus da gripe se multiplicam mais no inverno.

6 – Comer chocolate dá muita espinha!

Por que é mentira:
Alguns estudos até associam uma dieta rica em açúcar com o aparecimento de espinhas, mas não há nada especificamente condenando o chocolate. Além disso, a predisposição genética e as alterações hormonais – comuns na adolescência e em momentos de estresse – é que são os principais responsáveis pelas espinhas.(!)Essa lenda pode ter surgido porque muitas pessoas tendem a consumir mais chocolate nos períodos em que estão mais tensas ou ansiosas – situações em que os hormônios ficam mais à flor da pele, estimulando as espinhas.

7 – Passa um pouco de gelo nessa queimadura!

Por que é mentira:
Poucas mães acertam na hora de dar conselhos sobre como tratar uma queimadura. Em contato prolongado com a pele, o gelo também queima. Além disso, ele pode grudar e descolar a pele que protegeria o local atingido. Pasta de dentes, manteiga e qualquer outro produto caseiro também devem ser evitados. Em queimaduras leves, a melhor indicação é usar água fria para resfriar o local queimado e deixar o organismo se curar sozinho. Em queimaduras mais graves, corra para um hospital, ok?.

8 – Se não usar óculos, seu grau vai aumentar!

Por que é mentira:
A progressão ou estabilização do grau de deficiência visual acontece naturalmente e varia de pessoa para pessoa. Usar ou deixar de usar óculos não interfere nesse processo. As lentes só servem para corrigir as falhas oculares que atrapalham a formação da imagem.(!)Os óculos para estrabismo (“vesguice”) educam os olhos a corrigir os movimentos descoordenados. Nesse caso, a falta de uso pode resultar numa acomodação permanente da visão com problemas.

9 – Quem está com dor de garganta não pode tomar sorvete!

Por que é mentira:
Não caia nessa fria! A inflamação da garganta, que em geral aparece junto com gripes e resfriados, é causada por vírus – e, em alguns casos, por bactérias – que não têm nada a ver com um delicioso sorvete. Pelo contrário! Se a irritação da garganta estiver incomodando muito, um sorvetinho bem gelado até ajuda a aliviar a dor.(!)Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Sorvete, o brasileiro consome em média 2,7 litros de sorvete por ano – só um décimo do consumo per capita da Nova Zelândia, país líder no ranking mundial.

10 – Se engolir o chiclete ele gruda no estômago!

Por que é mentira:
Digamos que essa não passa de uma meia-verdade… Graças ao muco das paredes estomacais, o chiclete não fica grudado ali. A tendência é que ele saia junto com as fezes. Mas, se você engolir muitos chicletes, pode dar o azar de eles obstruírem a saída do estômago ou do intestino. Aí, o jeito é apelar para uma cirurgia…O maior prejuízo que o chiclete provoca no estômago é que a mastigação constante “engana” o órgão: ele acumula suco gástrico à espera de um alimento. Como a comida não vem, esse suco acaba irritando as paredes estomacais, podendo causar uma gastrite.

Atenção: Não adianta mostar essa lista pra sua mãe. Ela vai ficar revoltada e reclamar que isso tudo aí é mentira da internet. =D

VIA

CONTINUE LENDO

Empresa transmite velórios pela internet

Uma empresa que gerencia o serviço funerário de São José dos Campos (91 km de São Paulo) iniciou nesta semana a transmissão em tempo real, pela internet, de velórios realizados na cidade. Desde segunda-feira, oito cerimônias foram transmitidas pela rede mundial de computadores.

Para o velório ser veiculado virtualmente, de forma gratuita, a família do morto precisa assinar uma autorização. Segundo a empresa Urbam (Urbanizadora Municipal S.A), que tem a prefeitura como acionista majoritária, o “velório online” é inédito no Estado.

Por meio de câmeras instaladas nas quatro salas de velório da funerária municipal, as imagens são disponibilizadas na página da empresa, permitindo que familiares e amigos ausentes possam acompanhar a cerimônia à distância e em tempo real.

Para acessar as imagens, o computador do usuário deve ter conexão de banda larga. Não é preciso senha, mas em alguns casos pode ser necessária a instalação de um plug-in (acessório adicional).

O serviço também permite que internautas enviem, por meio de um link no site da Urbam, mensagens eletrônicas de pêsames para a família da pessoa morta.

A empresa não soube informar o número de internautas que já acompanharam os velórios pela internet, mas afirmou que ao menos 30 mensagens de conforto a familiares já foram enviadas pelo site.

A assistente social Eliza Yukie Otsuka, 30, autorizou a transmissão online do velório do pai dela, que morreu na segunda-feira. Disse ter achado a idéia ótima.

“Tenho dois irmãos, um no Japão e um na Austrália, que foram informados da morte e também da possibilidade de acompanhar o velório pela internet. O do Japão acompanhou, e creio que o da Austrália deva ter acompanhado.”

Otsuka conta que, por meio do velório online, recebeu mensagens de conforto de pessoas desconhecidas da família. “Deve ter sido gente que acessou, deu uma olhadinha no velório e resolveu mandar uma mensagem de conforto.”

Mórbido?!?

Colaboração de Marcos

CONTINUE LENDO

Veja as primeiras imagens de Harrison Ford, em Indiana Jones IV

Durante os últimos anos George Lucas, Steven Spielberg e Harrison Ford tentaram várias vezes se reunir novamente para uma nova aventura do arqueólogo. Entretanto, diversos problemas, especialmente envolvendo roteiro atrasaram a realização do projeto. Finalmente, no final de 2006, Lucas deu o sinal verde para a produção do quarto filme da série, que deverá sair em 22 de maio de 2008, mesma época em que os outros filmes da série foram lançados.

Este vídeo (necessário QuickTime) mantém o clima de segredo temporário sobre o filme, mas já dá pra sentir o gostinho do que promete ser o lançamento do próximo ano.

Vida longa ao Sr. Jones! Adquira os outros filmes da série.

CONTINUE LENDO

Primeiro vírus de computador completa 25 anos

Aniversários e outras datas comemorativas geralmente são um tempo para celebrar. No mundo da computação, entretanto, há datas não tão positivas: em 2007, por exemplo, acontece o aniversário de 25 anos dos vírus para computadores. Em 1982, um vírus escrito por Richard Skrenta, estudante dos Estados Unidos na época com 15 anos, começou a aparecer nos sistemas do Apple II. A comemoração, que ganhou inclusive um artigo na revista “Science”, refere-se somente ao ano de criação da praga, pois sua data exata não é certa.

Conhecido como “Elk Cloner”, o vírus infectava o sistema operacional se copiando em disquetes e mostrava uma poesia mal-feita com seu nome — sua intenção não era causar danos, mas criar uma brincadeira. Algumas pessoas gastaram algum tempo se preocupando com a ameaça, mas quase ninguém previu que esse era apenas o começo de uma indústria multimilionária de antivírus.

Apesar desse começo sem muito crédito, os vírus e malwares hoje fazem parte de nosso dia-a-dia. O problema cresceu de forma lenta nos anos 80, mas não passou muito tempo antes que realmente começasse a dizer a que veio. Em 1988, a praga “Morris Worm” se espalhou pelo mundo, causando interrupções na recém criada internet. Em 1992, houve um grande apelo em relação ao vírus Michelangelo, que ameaçava destruir dados em máquinas infectadas. Desde então, muitos códigos maliciosos tiveram seus 15 minutos de fama, causando prejuízos de bilhões de dólares.

Mesmo com os melhores esforços dos pesquisadores, os malwares não irão desaparecer tão em breve. Computadores são extremamente difíceis de serem deixados seguros, e os humanos são, geralmente, a ligação mais fraca — tanto que os criminosos se aproveitam geralmente de sua distração e ingenuidade para infectar computadores e continuar espalhando suas pragas.

G1

CONTINUE LENDO

Por essa o Pânico não esperava

No último domingo, Emílio Surita e a turma do Pânico (RedeTV)passaram a maior saia justa ao vivo. Uma doação do apresentador Fausto Silva (Faustão) era esperada como parte da campanha dos 5 Donativos, idealizada por Silvio Santos para a renovação do contrato que permite ao humorista Wellington Muniz, o Ceará, que o imite.

Faustão entrou no link do programa mas se negou fazer uma doação ao Retiro dos Artistas: “Não acho certo alguém querer fazer campanha com o dinheiro dos outros. Quem criou isso que deveria ter contribuído”… assista ao vídeo para entender.

Pesquise Música digital.

CONTINUE LENDO

Argentina prepara Mundial de futebol gay

A decisão contra o Brasil não é a única preocupação para os argentinos. Os preparativos para o Mundial Gay de Futebol estão a todo vapor na Argentina. É o que garante o presidente da Associação Internacional Gay e Lésbica de Futebol (IGLFA), Tomas Gomez, em entrevista por e-mail.

Ele conta que, na semana passada, participou de uma vistoria na cidade de Buenos Aires, a primeira da América Latina a sediar o evento, que será realizado entre 23 e 29 de setembro.

“Visitamos o complexo esportivo Parque Sarmiento. Seis campos de futebol estão sendo reformados para o Mundial”, garantiu.

De acordo com Gomez, a capital argentina foi escolhida para ser sede em função de poussir “uma grande comunidade gay e também por ter aprovado a união civil de pessoas do mesmo sexo”.

Na disputa para ser sediar o Mundial, Buenos Aires superou Lima, no Peru, e o Rio de Janeiro.

Via iG.

CONTINUE LENDO

Fazendo suco de iPhone

Quem acompanha o Buteco há algum tempo lembra dos vídeos da série ‘Will It Blend’. São vídeos que mostram vários objetos sendo triturados em um super liquidificador. Já vimos sendo triturados: um ipod, uma lata de coca-cola, um cabo de vassoura, bolas de tênis, lâmpadas etc… e dessa vez… um iPhone. Isso mesmo, o sonho de consumo de várias pessoas, o responsável por filas intermináveis na frente das lojas nos EUA e acredite… fonte de renda de vendedores no ML.

Baixe jogos para o celular (pesquise).

PS.: Não recomendável para pessoas com bolsos sensíveis.

CONTINUE LENDO

Transforme suas fotos em cartazes ou posteres

Transforme suas imagens em cartazes ou pôsteres com este minitutorial passo-a-passo. Vamos utilizar o programa ProPoster, um aplicativo que custa US$ 10 mas oferece uma versão de teste. O programa é capaz de criar cartazes de até 10x10m, num processo simples e rápido. O que ele faz, na verdade, é dividir a foto em várias partes (quando maior se quer o pôster, em mais partes a imagem será dividida) que, uma vez unidas, formarão o cartaz que se deseja. O que demanda mais tempo é o trabalho de recortar, juntar e colar todas as partes do cartaz.

A primeira coisa a fazer, depois de inicializar o ProPoster, é abrir a imagem que desejamos converter em um pôster – o programa suporta os formatos mais populares como BMP, GIF, JPEG, WMF e EMF.

Com a foto na tela, escolha o tamanho desejado. Pode ser um dos tamanhos pré-definidos (A0, A1, A2 e A3) ou o que você arbitrar (no máximo, 10x10m).

Depois, escolha entre as opções que o programa sugere para ajustar a imagem para o tamanho final do pôster (Stretch Image), criar uma margem para ajudar na hora de recortar (Print Margins) ou reorientar a imagem (Page Autoorientation).

Para terminar, imprima todas as partes em que foi dividida a imagem. Depois, é recortar e colar.

O ProPoster (baixe aqui) permite criar pôsteres copiando e colando qualquer elemento a partir de aplicativos Windows (texto e imagens do Word, gráficos do Excel, etc.) como se fossem uma página Web. E no caso de querer fazer um cartaz a partir de uma página Web, primeiro é necessário copiá-la no Word e depois copiar e colar no ProPoster.

Enjoy!

CONTINUE LENDO