Joseph Klimber ataca de novo

E como a velocidade tecnológica de hoje não perdoa, no dia seguinte já havia imagens do Joseph Climber ao vivo no Canecão espalhadas pelo Youtube. Mesmo pedindo para que não filmarem, é como pedir para crianças não comerem os brigadeiros antes dos parabéns. Vejam as duas partes do piratão!
Ah, pra quem ainda não sabe, o Joseph Klimber é o Jajá do Zorra Total!


Parte 1


Parte 2

CONTINUE LENDO

Disturbio raro faz pessoas fazerem sexo enquanto dormem

Pesquisadores estão enfrentando o grande desafio de compreender um raro distúrbio: pessoas que, sem se dar conta, procuram ou de fato fazem sexo enquanto dormem.

Segundo reportagem publicada pela revista New Scientist, na semana passada, pesquisas sobre a “sexônia” -procurar sexo com outra pessoa durante o sono- são dificultadas pois os pacientes que apresentam esse quadro sentem-se tão constrangidos em relação à doença que não admitem sofrer do problema. Ao mesmo tempo, os médicos não tocam no assunto.

Ainda não há cura para a doença, o que provoca complicações nos relacionamentos. “Fico muito chateada por não poder controlar isso”, contou Lisa Mahoney à revista. “É assustador porque acho que não tem nada a ver com o parceiro. Não quero que esse estranho distúrbio prejudique a nossa relação em longo prazo”.

Como a doença ainda não tem cura, o tratamento de fatores desencadeadores -estresse ou insônia- pode ajudar. Além disso, Michael Mangan, psicólogo da University of New Hampshire, nos Estados Unidos, lançou um site, o www.sleepsex.org, para ajudar pacientes dessa doença.

Quando a gente pensa que já viu tudo…
Fonte

CONTINUE LENDO

Mais uma professora acusada de assédio

Christine Marie Johanson de 35 anos foi acusada de manter relações sexuais com um garoto de 15 anos.

O Daily News informou que Christine, que trabalhou na Escola Elementar, responde por roubo de terceiro grau, sodomia de terceiro grau, abuso sexual de segundo grau e fornecer bebida alcoolica a menor de idade. Christine se julga inocente.

Episódios de abuso sexual por professoras nos EUA são comuns. Em 1996 Mary Kay Fualaau, então Mary Kay Letourneau, foi condenada por manter relações sexuais com um dos seus alunos. Ele tinha 13 anos naquela época. Ela ficou presa por mais de sete anos e foi solta em 2004. Os dois recentemente casaram-se.
Fonte

CONTINUE LENDO