Trote da TIM

Trote muito legal em que um cara se passa por um senhor que achou um celular na rua e resolve ligar para a TIM. O problema é que ele não entente nada de tecnologia apesar da operadora se esforçar o máximo para poder ajudá-lo.

Esse trote e muitos outros foram feitos pelo personagem Willmott. Não o conhecia até entrar em contato com o ator que o faz. Mais pegadinhas e informações no site.

Clique aqui para ouvir! (Como o autor dos trotes solicitou, retirei o link do arquivo direto. Para escutar acesse o site e faça download do arquivo para em seguida ouvir.)

Contribuição: Jannuzzi. Se vc gostaria de colaborar com o Buteco, pode fazer por e-mail ou pela comunidade no Orkut.

CONTINUE LENDO

Fita com a morte do Steve Irwin causa polêmica

Em entrevista ao canal americano CNN, o produtor John Stainton confirmou que há imagens da tragédia, mas disse que não viu a fita.

Segundo rumores, Stainton teria assistido ao vídeo e visto cenas de Irwin tirando o ferrão da arraia de seu coração. O produtor negou a história. “Isso é um absurdo”, disse ele, afirmando que não seria capaz de ver as imagens.

Ben Cropp, um operador de câmera que estava com Irwin, disse ao jornal The Australian que conversou com um membro da equipe que viu a fita.

Segundo ele, o vídeo mostra Irwin seguindo a arraia dentro d’água. “Ela pode ter se sentido ameaçada porque Steve a acompanhava e ainda tinha um camêra à frente. Ela parou, se posicionou de forma defensiva e balançou a cauda, lançando o ferrão”, contou.

Pouco mais de uma semana depois da morte do Caçador de Crocodilos Steve Irwin, no dia 4, surge a notícia de que, no momento do ataque fatal de um arraia, o apresentador não estava filmando um documentário.

Steve teria aproveitado uma pausa nas gravações do filme para registrar cenas para o programa que sua filha Bindi vai estrear no canal Discovery Kids.

“Ele disse ‘Vou colocar o pé-de-pato e ver se encontro uns corais e peixes, coisas assim, para o segmento infantil'”, contou John Stainton, empresário do australiano, ao site Hollywood.com.

“Eu o vi sair, de barco, com a equipe e um câmera. Depois disso só ouvi uma chamada do rádio do barco dizendo que havia uma emergência”, disse o empresário

“Eu não entendi o que tinha acontecido, não sabia quem tinha se machucado. Mas, claro, nunca pensei que pudesse ser Steve. Achei que ele fosse invencível”, continuou.

Bom, agora é só esperar o vídeo vazar na internet e virar post no Buteco.

CONTINUE LENDO

Pegadinhas do Mução

O Mução pra quem não conhece, apresenta um programa no rádio, onde faz pegadinhas com várias pessoas. É só vc ligar pra produção do programa e passar os dados da pessoa que gostaria de fazer a pegadinha, daí ele bola uma história (normalmente, na hora) e liga. O bom é qdo a pessoa tem um apelido que não gosta, pq aí ele esculacha mesmo… hehehe
Eu tenho um CD com várias pegadinhas dele e se vcs gostarem eu posso colocar algumas aqui.

Ouça a pegadinha do Furunco

CONTINUE LENDO

20 fatos sobre a queda do WTC


Tradução de texto do site do documentário “Why the Towers Fell”.

1. A maioria dos engenheiros de estrutura ficaram surpresos quando as torres do World Trade Center desmoronaram.

2. Os engenheiros acreditam que parte da razão por que as torres permaneceram de pé por algum tempo depois do impacto foi por causa da redundância em seu projeto: o peso dos andares superiores sustentado pelas colunas perdidas no impacto foram transferidas para outras colunas próximas, que permaneceram intactas.

3. Somente quatro pessoas de ambas as torres escaparam de andares acima de onde os aviões colidiram, usando o que parece ter sido a única escada não destruída ou bloqueada pelos impactos: a escada A na Torre Sul.

4. Um desses sobreviventes recordou que quando atingida pelo avião United 175, a Torre Sul balançou em uma direção durante sete a dez segundos antes de balançar de volta e se estabilizar.

5. O World Trade Center foi projetado para resistir a ventos com a força de um furacão.

6. Também foi projetado para resistir ao impacto de um Boeing 707, embora aparentemente os engenheiros não tenham levado em conta a carga de combustível do avião.

7. Cada avião que atingiu as Torres Gêmeas liberou o que se calcula em mais de 35.000 litros de combustível aeronáutico flamejante dentro dos edifícios.

8. As temperaturas do incêndio do combustível podem ter alcançado mais de 1.000°C.

9. Embora nenhuma evidência tenha surgido de que o incêndio queimou quente o bastante para derreter o aço, o metal acabou perdendo 80 por cento de sua força por causa da intensidade do fogo.

10 .Enquanto há indícios de que o fogo derreteu alumínio da fuselagem ou asas de pelo menos um dos aviões, não há nenhuma evidência de que o alumínio queimou.

11. Muitos engenheiros de estruturas sentem que o elo fraco na corrente dentro das torres eram os clipes angulares que sustentavam as treliças dos andares entre as colunas de aço interiores e exteriores.

12. Os clipes angulares eram pedaços de aço menores que as colunas, e assim cederam primeiro.

13. Cada andar foi projetado para sustentar aproximadamente 1.300 toneladas além de seu próprio peso, mas quando um ou mais andares cederam no fogo intenso da zona de impacto, o peso combinado de andares mais altos caindo alcançou as dezenas de milhares de toneladas.

14. Cada torre pesava aproximadamente 500.000 toneladas.

15. Não havia nenhuma possibilidade de que qualquer torre caísse para os lados, uma vez que um edifício de 500.000 toneladas possui muita inércia para cair de qualquer outro modo exceto virtualmente direto para baixo.

16. Cada edifício de mais de 60 metros de largura teria que se inclinar pelo menos 30 metros para mover seu centro de gravidade do centro do edifício para fora de sua base.

17. Cada edifício desmoronou em aproximadamente dez segundos, atingindo o chão com uma velocidade calculada de cerca de 200 km/h.

18. O colapso foi quase uma queda livre. Sem qualquer obstáculo, o colapso teria levado oito segundos e teria chegado ao chão a aproximadamente 300 km/h.

19. A razão pela qual as torres de 110 andares desmoronaram em uma pilha de escombros com apenas alguns andares de altura era que elas eram aproximadamente 95 por cento ar.

20. As aproximadamente 300.000 toneladas de aço do World Trade Center são completamente recicláveis e representam um único dia de produção da indústria de aço norte-americana.

@ Ceticismo Aberto

CONTINUE LENDO