Personagens famosos… atores nem tanto…

Você prestou atenção ao seu trabalho, você os ouviu falar – mas provavelmente nunca ouviu seus nomes. São os atores dentro personagens, as vozes de animais, robôs, etc. Eles também merecem crédito.


A voz de E.T
A voz de E.T. foi criada através da combinação das vozes de três pessoas, de uma lontra do mar, e de um cão. Mas a pessoa que disse as frases mais famosas – como “E.T. phone home” chamava-se Patricia A. Galês, uma antiga estrela do rádio, que inclusive trabalhou em Waterloo, com Robert Taylor, em 1940.

Pelo contrato, ela foi proibida de reproduzir as falas no dia-dia; Steven Spielberg disse que “não queria que as crianças ficassem confusas com a imagem de E.T.” Seu nome ao menos é listado nos créditos do filme.


O ator de Dart Vader
David Prowse foi campeão wrestling (uma espécie de luta livre). George Lucas o viu e ofereceu-lhe duas opções – Chewbacca ou Vader. Prowse escolheu Vader porque não gostou da idéia de caminhar como um “gorila satisfeito” por seis meses.

James Earl Jones, que fez a voz de Darth Vader, ficou mais conhecido que David Prowse.


O Robô de Perdidos no Espaço
Bob May, um dublê, teve algumas pequenas participações em uma série da tevê chamada “Viagem ao Fundo do Mar.” O produtor, Irwin Allen, disse a May que iria fazer parte em uma nova série de tevê e perguntou se ele estava interessado. May disse que sim! Allen respondeu: “Ok, primeiramente você, vai experimentar um traje de robô.”

Uma vez, no set de filmagens, trancaram May na roupa do robô e o esqueceram lá, durante a pausa para o lanche. Ele gritou, mas ninguém estava por perto. Então, ele teve a idéia de acender um cigarro. Irwin Allen percebeu a fumaça vinda da roupa, e pensado que estava pegando fogo, pegou um extintor de incêndio quando May gritou dentro da roupa.


O dublador do cavalo Ed
Quando o “Mister Ed” estreiou em 1960, a voz do cavalo foi creditada “a um ator que preferia permanecer anônimo.”

O guia da tevê mandou um repórter ao estúdio afim de descobrir quem era. O repórter encontrou um espaço no estacionamento e descobriu um antigo vaqueiro dos anos 1930, chamado Alan “Rocky” Lane. Logo, percebeu-se que era sua voz, ele dublava a voz do Ed, quando o cavalo “expressava as palavras.” Um pedaço de nylon escondido fazia com que Ed movesse os lábios.


O ator de R2-D2
Kenny Baker, foi empregado simplesmente porque cabia na armadura do robô. “Fizeram R2-D2 pequeno porque Carrie and Mark eram pequenos… meu agente me enviou. Eles olharam e disse, “é ele!”


A voz do demônio
A atriz Mercedes McCambridge era católica, quando o papel lhe foi oferecido. Naturalmente ela ficou na dúvida, então sua primeira iniciativa foi consultar seu pai, Walter Hartke na universidade Católica, que aprovou.

No filme, a voz do demônio é ouvida enquanto Linda Blair vomita a gosma verde. De acordo com um relatório: “Um tubo foi colado de cada lado do rosto de Blair e coberto com uma máscara. Dois homens ficaram ajoelhados do lado de Blair com uma seringa cheia de um material verde, aguardando a hora de disparar.”

“McCambridge teve que coordenar seus efeitos sonoros com a ação do filme. Um assistente alinhou uma fileira de copos na sua frente com pedaços de maçã dentro d´água e com alguns ovos fervidos inteiros. McCambridge prendeu os pedaços de maçã em seu maxilar enquanto engolia os ovos fervidos. Durante a ação, ela flexionou seu diafragma e vomitou tudo no microfone… “Foi horrível”, ela disse.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!