Polêmica: Nutricionista guarda lanche por 1 ano para provar que contém conservantes demais


A nutricionista norte-americana Joann Bruso foi responsável por uma pesquisa bastante polêmica. Bruso afirma que os lanches do McDonald´s, sobretudo o McLanche Feliz, possuem conservantes demais para uma criança.

Para chegar a esta conclusão, durante um ano, Bruso deixou um McLanche Feliz descoberto em uma prateleira na sua casa, em Denver, Colorado, para ver o que iria acontecer. Ela contou ao Daily Mail que o resultado foi surpreendente. O alimento não se decompôs e as batatinha não criaram bolor, mantendo praticamente a aparência original.

“Comida normalmente se decompõe, estraga e fica com cheiro ruim. O fato de (o lanche) não ter se decomposto mostra como pode fazer mal para as crianças”, disse ela.

Bruso ainda disse que durante o teste nem as moscas ou outros insetos sentiram-se atraídos pela comida.

“O alimento é decomposto em seus nutrientes essenciais e transformado em combustível no nosso corpo. Nossos filhos crescem mais fortes quando comem comida de verdade. Se as moscas ignoram o lanche e ele não se decompõe, então o corpo de uma criança não consegue metabolizar adequadamente. Agora você sabe porque é chamado de ‘junk food’.”, afirmou.

Segundo a matéria, o McDonald´s tem feito grandes esforços para mostrar que a comida é saudável em meio a crescentes preocupações sobre a obesidade na infância. Todos os seus restaurantes possuem uma lista de calorias de cada um dos produtos, bem como dos ingredientes individuais.

Uma pesquisa recente mostrou que cada produto leva conservantes. O pão possui conservantes diversos, tais como cálcio e o propionato de sódio, ao passo que a fatia de picles possui benzoato de sódio.

As batatas fritas levam conservantes, como o ácido cítrico e o pirofosfato ácido de sódio, que ajuda a manter a sua cor.

Siga o Twitter do Buteco, para mais curiosidades. Clique aqui.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!