Presídios superlotados em PE estão sendo controlados pelos próprios presos

prisao_pe_01

Os presídios de Pernambuco estão passando por um momento delicado. Com as cadeias lotadas e com falta de agentes penitenciários, surgiu uma figura inusitada; o “chaveiro”, um detento que fica responsável por determinados pavilhões e pela guarda das chaves das celas. Além disso, também é responsável pelo comércio de drogas e negociação de espaços para outros presos dormirem. Cada “cama” tem um determinado valor, chegando a custar até R$ 2 mil.

prisao_pe_02

prisao_pe_03

prisao_pe_04

prisao_pe_05

prisao_pe_06

prisao_pe_07

prisao_pe_08

prisao_pe_09

prisao_pe_10

prisao_pe_11

prisao_pe_12

prisao_pe_13

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!