Psicóloga que agrediu duas crianças em Goiânia não deverá ser presa

Tudo aconteceu há alguns dias num edifício de luxo em Goiânia. O que era para ser uma briga entre crianças acabou envolvendo uma adulta agredindo duas crianças.

A psicóloga Leidiane Rosa da Silva Freitas contou que resolveu agredir os irmãos de 9 e 12 anos porque eles havia agredido seu filho.

Nas imagens, que você vê a seguir, Leidiane aparece dando alguns tapas no garoto de 9 anos e, logo depois, na sua irmã de 12.

Apesar da declaração do delegado no vídeo, Leidiane não será detida. De acordo com o Último Segundo, como o caso foi considerado lesão corporal leve, onde a pena é de, no máximo 1 ano, não há necessidade de pedir a prisão da psicóloga. Nestes casos, o processo tramita no Juizado Especial Criminal e o acusado cumpre penas alternativas, como prestação de serviços comunitários, por exemplo.

Curiosamente, a psicóloga também trabalha com crianças, mas o Conselho Regional de Psicologia de Goiânia declarou que não haverá nenhuma punição a Leidiane. Segundo eles, o episódio diz respeito à vida privada da psicóloga e não representa nenhuma irregularidade na sua atividade profissional.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!