Quebrando um tijolo em Slow Motion

Abaixo você verá um video incrível, que mostra o exato momento em que um praticante de Karatê quebra um tijolo. É incrível como a mão deforma-se quando entra em contato com o material. Veja:

Embora pareça extremamente complexa, a quebra de objetos pode ser feita por qualquer pessoa, utilizando de alguns “truques”. Segundo praticantes da arte marcial, a maioria esmagadora dos “quebramentos” são falsos, pois o praticante usa de algumas técnicas. Encontrei algumas num site de karatê:

• Barras de gelo: depois de congelada, quebre a barra de gelo inteira com uma marreta e depois coloque os “cacos” para congelar de novo, apenas completando os espaços com mais água. O resultado é uma barra de gelo extremamente quebradiça.

• Telhas e tijolos: molhe-os e depois coloque para secar ao sol por alguns dias. Na verdade, a simples exposição constante ao sol já é suficiente para diminuir a resistência desses materiais. A mesma tática funciona com alguns vasos de cerâmica.

• Garrafas: Escolha o local onde quer que a garrafa se parta, amarre um barbante embebido com álcool e ponha fogo no barbante. Imediatamente depois de queimar, ainda quente, coloque a garrafa debaixo de água corrente. Repita a operação algumas vezes, e a garrafa vai ficar mais frágil no ponto onde os barbantes estão sendo queimados. Existe ainda uma forma de se quebrar uma garrafa cheia de líquido. Basta enchê-la deixando apenas cerca de dois dedos de espaço vazio e segurá-la com o gargalo aproximadamente na metade do indicador com o polegar. Depois basta um “tapa” na abertura para fazer com que a garrafa se parta – o ar se expande e pressiona o líquido, que acaba quebrando a garrafa.

• Partindo correntes: Embora atualmente tenha caído em desuso, o truque de partir correntes com os braços ou amarrar alguém com uma corrente e fazê-la se partir quando o “prisioneiro” faz força para escapar é relativamente simples. Basta preparar um dos elos da corrente para que se quebre com facilidade, cortando-o e depois fazendo o remendo com uma solda ruim que se rompa com facilidade.

• Batendo pregos com as mãos nuas: Extremamente simples. O prego geralmente usado nestes tipos de apresentações possui uma “cabeça” (a porção achatada) bem mais larga do que a usual. Ele é mantido encaixado na porção mais macia de uma madeira previamente preparada com um pequeno furo, algumas vezes preenchido por resina. Quando o lutador golpeia o prego com as mãos, a força exercida sobre a “cabeça” do prego (que possui uma superfície considerável, para não machucar a mão do praticante) é potencializada pela superfície menor da ponta do prego. A pressão exercida perfura a madeira sem grandes dificuldades, principalmente se a madeira já continha algum furo antes.

• Quebramentos “com fogo”: Além da preparação inicial, jogue fluido de isqueiro no objeto (ou na pilha de objetos) e acenda. Você não vai se queimar porque o tempo de bater e recolher o membro (seja a mão ou a perna) é muito curto, e as chamas não irão afetá-lo. IMPORTANTE: NÃO USE ROUPAS FACILMENTE INFLAMÁVEIS (COMO SEDA OU ALGUMAS FIBRAS SINTÉTICAS) AO EXECUTAR ESTA TÉCNICA. Também é preciso cuidado para não exagerar na quantidade ou errar na escolha do fluido, já que o mesmo pode “grudar” no praticante por conta da viscosidade e produzir queimaduras.

Não sei se o rapaz do vídeo acima usou um dos truques, mas se no próximo final de semana você quiser impressionar os amigos já pode ir ensaiando.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!