Religião obriga goleiro a cortar o cabelo antes de jogo

goleiro

Uma cena curiosa chamou atenção do mundo do futebol esta semana. Durante um jogo na Arábia Saudita, o goleiro Waleed Abdullah, do Al Shabab Riyadh, foi proibido de jogar por, segundo as leis islâmicas, possuir um penteado excêntrico. O curioso, é que, comparando com os atuais penteados, o rapaz possuía um corte pra lá de comportado.

A religião islâmica considera os penteados “diferentes” uma ofensa, o que chamam de “fenômeno qazaa”. No vídeo é possível ver o goleiro e alguns membros da equipe tentando convencer um representante da religião, sem sucesso. Depois de algum atraso, o médico pegou sua tesoura e começou a cortar o que conseguia do cabelo do rapaz.




Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!