Repórter é demitida por falar a verdade

Este fato ocorreu em meados de 2007, mas por alguma obra do destino não foi amplamente divulgado pelos meios de comunicação.

Segundo informações da Folha Online, Salete Lemos (a repórter do vídeo abaixo) ainda não digeriu sua demissão da Cultura, em julho de 2007. Ela afirma que foi dispensada após criticar os bancos e o governo. “Um banco ameaçou tirar o patrocínio se eu não me retratasse no ar. A Cultura perdeu o compromisso com a liberdade editorial”, afirma Salete. A Cultura diz que a demissão dela não teve relação com o comentário.

Se teve ou não relação não saberemos, mas é no mínimo estranho. O curioso dessas situações é que normalmente aqueles que ousam falar mais do que está escrito no teleprompter não acabam tendo um final muito feliz, que o diga Boris Casoy.

Desligue a TV e vá ler um livro, ou acessar um blog!

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!