The Dark Side of The Rainbow

Dark Side of the Moon não só na minha opinião, como da maioria é considerado a obra prima do Pink Floyd. O álbum é uma ponte entre o blues rock clássico e nova (na altura) música electrónica. No entanto são os tons mais suaves e as nuances líricas e musicais que fazem com que este álbum seja uma obra à parte.

O album é tão emblemático para o grupo que reza a lenda que quando ele é tocado simultaneamente com o The Wizard of Oz (O Mágico de Oz) ocorrem algumas correspondências entre o filme e o álbum. Por exemplo o som da caixa registadora no princípio de “Money” aparece exatamente quando Dorothy pisa pela primeira vez a estrada dos tijolos amarelos, que é também o momento em que o filme passa de preto e branco para cores, no momento em que a bruxa má aparece é tocada a palavra black, a bater de coração no fim do álbum ocorre quando Dorothy tenta ouvir o coração do homem de lata, e muito mais. A banda insiste que isso são puras coincidências.

Eu selecionei um trecho do vídeo… na minha opinião fechou direitinho com a música!

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!