Tinha tudo para ser um bullying, mas olha só no que deu

anti-bullying

Um aluno de uma escola no Parque do Carmo, na Zona Leste de São Paulo, foi surpreendido por seus colegas num momento de descontração entre eles, que mais parecia um episódio de bullying. Rodrigo, que é portador de necessidades especiais, gosta de jogar como goleiro, mas não tinha dinheiro para comprar luvas e aí usava luvas de limpeza. Seus colegas, então, se juntaram e fizeram isso que você verá a seguir.



Bom, daqui uma semana e 2 dias vai chegar o famoso dia das crianças, e na minha sala tem um menino especial, o Rodrigo, ele sempre disse que queria ser goleiro, e ter uma luva igual a do Cássio, e eu meus amigos Lucas , Keven e Yan se reunimos e pensamos em dar algo pra ele nessa data eai compramos uma luva de goleiro ( não a do Cássio) e uma bola de futebol, e demos antecipado pra ele, ele ficou muito feliz, disse que esse foi o melhor presente do mundo pra ele.

Publicado por Guilherme Oliveira em Terça-feira, 3 de outubro de 2017

E não parou aí… o goleiro Cássio, do Corinthians, que é ídolo do estudante, se sensibilizou com a história e garantiu que vai entregar uma luva sua para o garoto.

“É apenas um jogo”, eles diziam.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!