Vídeo: Policial é baleado nas costas durante treinamento e não recebe benefícios do governo

policial
O vídeo é de 2008, mas até hoje Saul Humberto Martis guarda recordações amargas do dia em que participou de um treinamento da Polícia Militar do Distrito Federal.

As cenas são fortes e mostram o cabo Saul, hoje com 46 anos, ajudando a aprimorar as técnicas de revista pessoal do grupo.

Ele foi orientado a ser revistado e, em seguida, reagir contra o soldado que o revistava. Acontece que, para surpresa de todos, o outro colega que fazia a cobertura da ação resolveu atirar contra Saul.

Saul lembra que conferiu as armas de todos os policiais envolvidos antes de entrarem na área do curso. Infelizmente, o soldado responsável pelo tiro pediu para sair antes do treinamento para comprar remédios para dor de cabeça. Foi então que carregou a arma e esqueceu de retirar a munição.

A bala entrou pela omoplata, perfurou a coluna e se alojou na medula de Saul. Após 30 dias de internação, ele recebeu a notícia de que não voltaria a andar novamente.

De acordo com o Correio Braziliense, Saul Humberto não recebeu nenhum benefício desde o acidente.

Os demais envolvidos foram até promovidos.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!