Você dorme bem? Faça o teste!

Resolvi criar esse post depois de descobrir que sofro de distúbio do sono. São vários os distúrbios existentes hoje: insônia, roncar no sono, apnéias do sono e narcolepsia são apenas alguns deles e é importante conhecer para tratar.

A narcolepsia, por exemplo, caracteriza-se por sonolência excessiva associada a cataplexia e outros fenômenos do sono REM tais como paralisia do sono e alucinações hipnagógicas. A sonolência é muito intensa, incapacitante. Cochilos diurnos recorrentes ou sono involuntário acontecem diariamente em qualquer situação. Já as apnéias são interrupções da respiração por mais de 10 segundos. Durante o sono, um pequeno número de apnéias, geralmente de 7 a 20 por noite, pode aparecer em indivíduos normais. Quando ocorrem com freqüência maior que cinco apnéias por hora, ou 30 apnéias por noite, são consideradas anormais. Os malefícios da doença decorrem da soma de apnéias ao longo de anos. O risco de morrer durante uma única apnéia é pequeno pois com o despertar a respiração retorna imediatamente.

Os dois principais indícios de que uma pessoa sofre de síndrome das apnéias obstrutivas do sono são: o roncar no sono e sonolência diurna. Como o processo da doença se desenvolve em anos ou décadas, as pessoas acostumam-se a essa sonolência excessiva e passam a considerá-la “normal”.
Outros sintomas:

• Ganho de peso
• Redução da memória
• Déficit de atenção
• Dor de cabeça pela manhã
• Sono agitado
• Boca seca ao acordar
• Suor noturno
• Pressão alta
• Palpitações
• Falta de ar
• Levantar para urinar
• Urinar na cama
• Disfunção sexual
• Depressão
• Irritabilidade
• Problemas conjugais

Caso você tenha dúvidas se sofre de algum distúrbio, pode fazer um teste simples. Basta clicar aqui!. No final o teste vai te dizer o seu nível de sonolência.

Caso sofra de alguma doença, o ideal é procurar ajuda profissional.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!