10 dos momentos mais constrangedores de 2008

2008 já passou, mas algumas lembranças parece que vão ficar por muito tempo. Quem não lembra do episódio em que o Ronaldo Fenômeno foi parar numa delegacia por envolvimento com travestis, ou do padre que acabou morrendo depois de voar preso à balões? A lista a seguir mostra 10 dos momentos mais constrangedores de 2008. E que venha 2009!

Clique para ler as pérolas.

1. Ronaldo e os travestis

Ele sempre é o centro das atenções. Quer seja pela sua forma física ou pelos relacionamentos amorosos, Ronaldo, o Fenômeno, está sempre em evidência. O grande momento constrangedor do jogador aconteceu no mês de abril de 2008, quando ele foi acusado de ter contratado travestis para uma noitada e de não ter pago. Ronaldo defendeu-se, alegando que contratou o travesti pensando que era garota de programa e levou ao motel, quando percebeu a “diferença”. O craque teria decidido não mais fazer o programa e ofereceu R$ 1.000 para dois deles. Não satisfeito, um dos travestis resolveu exigir mais dinheiro e levou o caso a público. Até hoje as piadas sobre o assunto não cessaram e, como consequência, Ronaldo acabou perdendo alguns contratos publicitários.

2. A vara da Fabiana Murer que sumiu nas Olimpiadas

Sério. Quando você pensou que o equipamento de um atleta fosse sumir em plenas Olimpíadas? Pois foi o que aconteceu com a Fabiana Murer do salto com varas. Tudo começou quando a brasileira foi fazer seu segundo salto e percebeu que sua sua vara havia sumido. Murer brigou com os árbitros, pediu a paralisação da prova mas não foi atendida nem recebeu qualquer explicação por parte da organização do evento. Abalada, a atleta resolveu saltar uma altura superior à que iria tentar quando a ferramenta sumiu mas acabou derrubando o sarrafo nas três tentativas e sendo desclassificada. Piadas à parte, dias depois, a vara de Murer foi encontrada junto com outras varas de atletas que haviam sido eliminadas antes dela.

3. O padre voador

Sem dúvida, o caso do padre Adelir de Carli mobilizou todo o país. Para quem não se lembra, o padre decolou içado por mil balões cheios de gás hélio, numa tentativa de bater o recorde de permanência no ar. Infelizmente o plano do sacerdote não deu certo e o vento acabou desviando sua rota para a costa do estado de Santa Catarina, onde perdeu contato com a equipe que o monitorava. Em seu último contato via celular por satélite o padre informou que estava bem mas, já percebendo que desviara de sua rota, solicitou ajuda para operar seu aparelho de GPS e informou que a bateria do celular estava acabando. No dia 3 de julho de 2008 seu corpo foi encontrado a 100 km da costa de Maricá, no Rio de Janeiro. Com isso, o padre acabou recebendo o Prêmio Darwin, concedido a pessoas que cometeram erros altamente absurdos ou se descuidaram idioticamente, pondo fim à própria vida.

4. Renato Gaúcho e sua declaração

Nós estamos a cinco metros da próxima Libertadores e os outros times estão a 5 mil quilômetros. Se ganharmos esta Libertadores, nós vamos brincar no Brasileiro. E essa diferença de nove pontos (do Flu para os líderes do campeonato) é um espirro” (Veja o vídeo). É lógico que essa frase não estaria aqui se tudo não tivesse dado errado. Aliás, deu muito errado. O Fluminense perdeu a Libertadores para a LDU e ainda teve que amargar várias rodadas do Campeonato Brasileiro na zona de rebaixamento. Para terminar complicar mais ainda o ano do técnico, ele foi contratado pelo Vasco da Gama, que acabou sendo rebaixado para a segunda divisão do campeonato.

5. Trapalhadas da Ferrari

Muita gente só lembra da grande trapalhada da Ferrari no GP de Cingapura, quando por uma falha do mecânico que segurava o “pirulito” (veja o vídeo), fez com que uma corrida quase ganha pelo Felipe Massa fosse pelos ares. Mas esta foi apenas um dos deslizes cometidos pela equipe em 2008. Tudo começou na primeira prova do ano, quando o motor de sua Ferrari estourou. Algumas provas depois, no GP de Mônaco, a equipe apostou em uma mudança de tempo durante a prova e fez uma escolhe equivocada de pneus, que acabou tirando o brasileiro da vitória.

A terceira trapalhada aconteceu no Canadá, quando Massa precisou retornar aos boxes logo após uma parada, com problemas no abastecimento. Terminou em quinto. E não parou por aí. Na Inglaterra, os mecânicos erraram ao colocá-lo de volta na pista no treino oficial e o brasileiro não pôde fazer a volta mais rápida, largando em oitavo.

Na Hungria a vitória já era praticamente certa, mas um problema no motor, na penúltima volta, fez com Massa abandonasse a prova.

6. A falsa cantora Chinesa

Não foi só a Fabiana Murer que sentiu-se constrangida nas Olimpíadas. A abertura protagonizou uma das cenas mais discutidas dos jogos, quando uma garotinha chinesa fez playback da “Ode à Pátria”. Tudo seria normal se o intuito dos organizadores não fosse o de tentar fazer o público acreditar que a menina era de fato a cantora. Mais constrangedor do que o playback em si, foi a justificativa do diretor musical para o ato: a dona da voz não era bonita o suficiente para representar a China. “Queríamos passar uma imagem perfeita e pensamos no que seria melhor para a nação”, declarou Chen Qigang.

7. A pane na Telefônica

No mês de julho, a Telefônica nos provou como somos dependentes da internet. Uma pane nos serviços de transmissão de dados e acesso à web paralisou vários serviços públicos em São Paulo. A confusão foi tanta, que até grandes bancos tiveram seus atendimentos prejudicados. Assinantes do Speedy e escritórios também ficaram offline. A Prodesp, responsável pelo processamento de dados do Estado, disse que a pane com a internet paralisou cerca de 6 mil pontos de acesso do governo.

8. A briga de Luana Piovani e Dado Dolabella

Depois de protagonizarem várias cenas de carinho, o casal de atores acabaram trocando agressões físicas em uma boate na Zona Sul do Rio. No meio de uma calorosa discussão, Dado acabou agredindo Luana e ainda acabou empurrando a camareira, que precisou ter seus braços imobilizados com a queda. No vídeo, feito pelas câmeras de segurança (clique aqui para ver), é possível ver Luana Piovani caindo no chão. O ator acabou sendo denunciado e foi enquadrado na Lei Maria da Penha, que trata homens acusados de agredir mulheres de maneira mais rígida. Dado foi considerado réu no processo e está sujeito a uma pena que varia de três meses a três anos de prisão.

9. Strip tease de Ronaldo Ésper

Se existe um sujeito polêmico, ele responde pelo nome de Ronaldo Ésper. Depois de assumir sua homossexualidade, roubar objetos em um cemitério, Ronaldo ficou completamente nu em uma boate. Segundo o próprio estilista, ele empolgou-se e não viu problema algum em tirar a roupa, pois tratava-se de “um clube fechado, com pessoas maiores de idade”. Além disso, Ronaldo declarou que é preciso acabar com o preconceito contra homens que posam pelados.

“Na hora que tirei a roupa, foi mais do que aplausos, as pessoas foram ao delírio”, confidenciou ele ao site O Fuxico.

Não satisfeito, no início de dezembro o estilista repetiu a dose numa outra boate e acabou motivando as piadas do Pânico na TV.

10. Playback do Bloc Party no VMB

Quem foi ao VMB na expectativa de ver uma super apresentação da banda Bloc Party acabou testemunhando um momento extremamente constrangedor. Os músicos entraram no palco do Credicard Hall devidamente equipados, mas não tocaram nenhuma nota musical, apenas interpretaram seus sucessos ao som de um playback e sob volumosas vaias (veja o vídeo). Curiosamente, as razões para o episódio são desconhecidas, embora a MTV tenha acatado passivamente a decisão e a banda tenha ensaiado durante à tarde usando os instrumentos.

Numa legítima saia justa, o apresentador Marcos Mion soltou: “É isso aí, Bloc Party, quem sabe faz ao vivo!”

Adaptado da lista do Girls Wireless

Mais fotos, notícias e informações curiosas

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!