Empresa cria polêmica ao anunciar clonagem de cães que “cheiram” o câncer

Uma empresa da Coréia do Sul assegura ter clonado quatro cães labrador capazes de “cheirar” o câncer em humanos. Estes clones são de uma cadela de seis anos treinada no Japão para detectar, mediante seu olfato, o câncer nos pacientes. A clonagem, solicitada pela empresa japonesa de células-mãe Seems, foi realizada por uma equipe da Universidade Nacional de Seul.

A justificativa desta clonagem vem dada de que a cadela clonada teve que ser operada para extirpar o útero e deste modo não podia mais procriar. Agora devem treinar estes 4 labradores do mesmo modo que a cadela originária. Dois deles serão depois vendidos a um preço de ao menos 480.000 dólares cada um.

Muitos pesquisadores ao redor do mundo acham que as células cancerosas têm um aroma particular, diferente ao das saudáveis, que em teoria pode ser detectado pelos cães em mostras de respiração ou urina. Obviamente, as comunidades defensoras dos animais já se manifestaram contrárias à experiência.

Via: MDig

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!