Bush paga outro mico em público

Primeiro, no dia 21/09, Bush afirmou que Mandela estava morto: “Ouvi alguém dizer: ‘Cadê o Mandela?’. Bem, Mandela está morto, porque Saddam Hussein matou todos os Mandelas”,. Bush tentava dizer que a brutalidade no regime de Saddam Hussein impossibilitou o surgimento de um líder que unificasse o país e impedisse a violência sectária.

Desta vez, em Madri, os assistentes do presidente prepararam seu discurso com tanta atenção que se preocuparam, inclusive, em anotar sugestões para o bom pronunciamento de nomes estrangeiros.

O problema ocorreu quando os técnicos das Nações Unidas publicaram, por engano, o texto do presidente no site oficial da ONU. O presidente francês, Nicholas Sarkozy, se transformou em “sar-KO-zee“; a Mauritânia, em “moor-EH-tain-ee-a“; a ex-república soviética Quirguistão, em “KEYR-geez-stan“; o presidente do Zimbábue, Roberto Mugabe, em “moo-GAH-bee“; e a capital venezuelana em “kah-RAH-kus“.

Além disso, alguns fotógrafos captaram imagens de Bush com seu discurso nas mãos. Na internet também surgiram os nomes e números de telefone dos assistentes que prepararam a declaração do presidente. Poucas horas depois da gafe, a ONU retirou o texto de seu site.

[ FONTE ]

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!