Como no seriado, alguém manda Chávez se calar

Nunca até agora se tinha visto o rei Juan Carlos 1º da Espanha tão irritado em público, mas os reiterados ataques do presidente venezuelano, Hugo Chávez, ao ex-presidente do governo espanhol José María Aznar provocaram uma reação insólita do monarca. O rei, sem ter a palavra, lançou um furioso “Por que você não se cala?”. Veja o video.

Em teoria, Juan Carlos 1º era um mais dos ouvintes na última reunião de trabalho. A seu lado, o atual presidente do governo, José Luis Rodríguez Zapatero, era o encarregado de defender os interesses da Espanha, se fosse necessário –como foi.

Juan Carlos 1º, sentado entre Zapatero e o ministro do Exterior, Miguel Ángel Moratinos, escutava os discursos sério e com gesto de desgosto. Quando viu que o venezuelano interrompia mais uma vez a fala de Zapatero, se debruçou para mandar Chávez se calar.

Este depois defendeu o direito de seu país a responder no momento oportuno. Chávez foi defendido pelo presidente da Nicarágua, Daniel Ortega. Nesse momento, o monarca espanhol, em um gesto sem precedentes, levantou-se e deixou o plenário irritado, em protesto pelo que considerou como ataques à Espanha.

A tensão entre Espanha e Venezuela começou na sexta-feira, quando Chávez criticou o Aznar, chamando-o de “fascista”. Zapatero pediu respeito com o antecessor por ter sido eleito democraticamente, e a Venezuela recebeu um chamado de atenção em particular por parte do rei.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!