Jovem deficiente visual consegue "zerar" jogo de videogame

Um jovem canadense completou recentemente uma missão quase impossível. Ele dedicou dois anos de sua vida para finalizar um jogo de videogame que ama muito. Detalhe: ele é cego.

Tudo começou quando Jordan Verner resolveu procurar ajuda na internet para conseguir terminar o game “The Legend of Zelda: Ocarina of Time”. Ao logo dos anos, ele fez amizade com outros jogadores da América do Norte e acabou conhecendo o norte-americano Roy Williams (foto ao lado), que foi fundamental para a concretização do seu sonho.

“Quando eu era mais jovem, um médico me disse que eu ia ficar cego, o que acabou por não acontecer, mas me assustou. Por isso achei que poderia ajudá-lo a supertar suas deficiência. Quando eu era pequeno, jogava este jogo por horas a fio”, disse Williams.

Williams explicou ao Wistv que o apoio dos amigos foi muito importante. Além de usar vendas nos olhos, os jogadores criaram uma forma de entender o que se passa no jogo. “Cada vez que fazemos algum movimento, como saltar, rolar e fazer qualquer outra coisa, digitamos no computador o que estamos exatamente fazendo”.

Usando um programa de voz, as instruções digitadas pelos amigos de Verner eram convertidas. Cada jogador ficou encarregado de trabalhar uma parte do jogo e copiar cada combinação de movimento.

Para você ter uma ideia do trabalho dos rapazes, um jogador mediano leva cerca de uma semana para “zerar” o game, mas o projeto de Verner levou quase 2 anos e mais de 100 mil combinações de teclas.

“Eu me senti muito bem”, disse Verner. “Senti-me forte. Senti-me como se o céu fosse o limite!”

Dica do freguês Moacir Vilela, via Twitter.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!