Jovens são recrutados para perderem virgindade em filme

Policiais australianos entraram em ação depois de receberem queixas sobre cartazes colados em torno de uma universidade, que tentava recrutar jovens “inexperientes” para um filme.

Parece chamada de programa de TV sensacionalista, mas é verdade. Justin Sisely, um promissor cineasta, está pagando £ 9,380 para um jovem (de qualquer sexo), disposto a aparecer em um documentário para perder a virgindade diante das câmeras.

Como não poderia ser diferente, um grupo conservador acabou se revoltando e rasgando os cartazes que estavam colados nas paredes da Universidade Victoria´s Monash, em Melbourne – Austrália.

O artista, que julga-se um cineasta “explorando a ideia de tratar a virgindade como uma mercadoria”, admitiu que o filme inclui cenas controversas, como submeter os voluntários a testes de virgindade. Além de tudo, Sisely declarou ao The Sun que no contexto de crise econômica atual, qualquer casal de jovens virgens gostaria de receber tal benefício financeiro.

“Potencialmente, há um caminhão de dinheiro”, disse ele, que também revelou que mais de 100 pessoas já o procuraram para testes.

John Morrisey, da Associação Familiar Australiana, disse que a prática de leiloar a virgindade de alguém é imoral. “Nós condenamos esta prática”, disse ele.

Alguém consegue lembrar de algum caso semelhante aqui no Brasil?

Mais vídeos, fotos e notícias curiosas

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!