Menina estampa campanha publicitária sem saber

Alison Chang, uma garota de 15 anos do Texas, Estados Unidos, tomou um susto após se ver em um anúncio da divisão australiana da operadora de telefonia celular Virgin Mobile. Uma foto tirada por seu tutor Justin Wong e publicada no site Flickr foi utilizada para estampar uma grande campanha publicitária.

A imagem foi utilizada sem qualquer aviso ou pagamento, isto porque foi publicada na Internet sob a licença Creative Commons, que dá direitos comerciais sobre as criações, pedindo aos utilizadores apenas que creditem o autor, citando seu nome e como encontrá-lo.

A família da garota retratada em um de uma centena de cartazes da campanha feitas no mesmo molde, com fotos reutilizadas do Flickr, acredita que o uso da imagem foi insultante e humilhante. No anúncio, a menor aparece abaixo da frase Dump your pen friend (algo como “Livre-se do seu amigo de correspondência”) e no rodapé a frase Free Text Virgin to Virgin, que abre margem ao duplo sentido se interpretado como “de virgem para virgem”.

A família procurou auxílio de advogados e está movendo um processo contra a divisão americana da Virgin Mobile e contra a Creative Commons Corporation, procurando compensação pela humilhação da garota, que já foi apelidada de dump your pen friend girl.

O caso abre margem para o debate, que segundo o The Register, é apenas mais um episódio em uma série de confusões envolvendo a licença Creative Commons. Por não ser devidamente creditado, Justin Wong pôde alterar a licença de todas as imagens para “Todos os direitos reservados”, que impede o uso da maneira que foi feito, entretanto não se sabe como isso impactará no caso.

O caso, que rendeu inclusive uma comunidade aberta no Flickr para o debate (tinyurl.com/2ue9fw), serve de aviso e alerta, para evitar que outros usuários tenham dores de cabeça semelhantes. Certamente a exposição de um caso como este dará outra visão aos tipos de licença, ao menos aos fotógrafos do Flickr.

[ FONTE ]

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!