"Mulher que gasta muito merece apanhar", diz juiz

A polêmica afirmação partiu de um juiz saudita durante uma conferência – acredite – sobre violência doméstica.

Segundo informações do jornal saudita, Arab News, Hamad Al-Razine disse que “se uma pessoa der 1.200 riais à esposa e ela gastar 900 para comprar uma abaia (capa preta que as mulheres sauditas devem usar) de uma loja de grife e depois o marido der um tapa no seu rosto, ela merece o castigo“.

Imediatamente (e inevitavelmente) as mulheres presentes começaram a protestar ruidosamente, sentindo-se chocadas ao escutarem as observações vindas do juiz.

Segundo a CNN, o jornal observou que ele estava tentando explicar a razão pela qual incidentes de violência doméstica haviam aumentado na Arábia Saudita. Ele disse que as mulheres e homens têm responsabilidade partilhada.

A violência doméstica, que costuma ser um tabu no conservador país, tornou-se um tema quente nos últimos anos. Grupos, como o Programa Nacional de Segurança Familiar, fizeram campanhas para educar o público sobre o problema e ajudar a prevenir abusos domésticos.

Para quem não sabe, as mulheres são constantemente censuradas. Elas normalmente não podem votar, ocupar cargos públicos e, pasmem, sequer podem dirigir sem autorização prévia de um homem.

Já imaginaram se isso acontece aqui no Brasil?

>> Página inicial

Veja mais informações curiosas no iG Jovem

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!