"Provavelmente não existe Deus nenhum. Pare de se preocupar e aproveite a sua vida" toma conta de Londres

A afirmação polêmica partiu de um grupo ateísta que apresenta motivos para duvidar da existência de Deus. Logo de início a campanha recebeu o apoio de um professor altamente respeitável, chamado Richard Dawkins, que acabou chamando a atenção da população e injetando £ 140.000 vindos de doações. Mais tarde a campanha já ultrapassava a casa dos R$ 18 mil em contribuições.

Com tamanho sucesso, a organização precisava de uma marca. Foi daí que surgiu a frase: “Provavelmente não existe Deus nenhum. Pare de se preocupar e aproveite a sua vida“. Em poucos dias, nada mais, nada menos que em 200 ônibus londrinos já carregavam o anúncio, conforme mostra a foto acima.

De acordo com o jornal Telegraph, a coisa não ficou por aí. Mais de 600 carros também transportam a frase por toda a Inglaterra, País de Gales e Escócia. Além disso, duas telas gigantes de LCD transmitem as mensagens na Oxford Street, centro de Londres, enquanto 1000 cartazes contendo citações não-crentes serão colocados nos metrôs.

Esta é a primeira vez que uma campanha publicitária atéia ganha espaço na Grã-Bretanha. Atitude talvez motivada pela linha de apresentação da organização, que usa pensamentos de Albert Einstein, Katharine Hepburn e Emily Dickinson para negar a existência de Deus.

Achou tudo isso muito agressivo? Alguns ateus que apóiam a campanha não e ainda ficaram decepcionados, pois o texto não declara categoricamente que Deus de fato não existe, o que poderia enfraquecer as diretrizes da campanha.

Hanne Stinson, diretor executivo da Associação Humanista Britânica, disse que os anúncios são “muito positivos” e que se destinam a tranquilizar agnósticos e ateus, mostrando que não há nada de errado em não acreditar em Deus.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!